Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

24 mil expressões

Fora das escolas, latim ainda é essencial para profissionais do Direito

Amicus curiae, fumus bonis iuri e periculum in mora não são as únicas expressões em latim que o advogado precisa saber. No passado, a língua compunha o roteiro de estudos da maioria das escolas, sendo considerado um saber fundamental. Para os profissionais do Direito, o latim nunca perdeu sua importância.

Livro traz mais de 24 mil expressões latinas com significados e classificação gramaticais.
Livraria ConJur

“O latim, como mãe das línguas neolatinas, ajuda a ter uma compreensão melhor, mais profunda, do português, francês, italiano, espanhol, romeno etc. É fundamental para quem queira estudar gramática histórica ou conhecer etimologia”, diz o professor de Departamento de Letras Clássicas e Vernáculas da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo Alexandre Hasegawa

Além de professor, Hasegawa também foi o revisor técnico do Dicionário Latim-Português. O livro, vendido a R$ 79 pela livraria ConJur, é voltado a estudiosos, professores, tradutores, estudantes, entre outros. A publicação permite consultar a forma correta de verbetes e mais de 24 mil expressões comuns do latim, todas acompanhadas de sua definição e classificação gramatical em português.

Segundo Hasegawa, apesar dos inúmeros tradutores existentes na internet, quando se trata de línguas, o latim especialmente, é melhor usar um livro revisado e produzido por pesquisadores da área, pois a chance de erro com traduções na internet é grande. “Na verdade, é quase certo de que errará. Uma das razões é o fato de ser uma língua declinada, ou seja, é necessário que se use um material de confiança, que se estude, antes de mais nada, ou consulte um latinista.”

Língua declinada, explica o revisor técnico do Dicionário Latim-Português, é aquela onde a terminação das palavras varia conforme a função sintática exercida pelo termo na oração. “No português, o final dos substantivos traz uma informação sobre gênero e número. O "a" muitas vezes indica que a palavra é feminina. O "s" muita vez indica que se trata de um plural. Em latim, o final da palavra, além de trazer essas informações, indica a função sintática da palavra na oração. O estudo do latim, portanto, é muito útil como metalinguagem e dá uma formação linguística muito relevante. Por essa razão também, creio, a leitura se torna mais atenta e detalhada.”

Clique aqui para comprar o Dicionário Latim-Português na Livraria ConJur.

Revista Consultor Jurídico, 29 de setembro de 2016, 15h31

Comentários de leitores

3 comentários

Sistema jurídico híbrido

Julio Cesar Ballerini Silva (Juiz Estadual de 1ª. Instância)

Em verdade, até vinte anos atrás, havia dois grandes sistemas jurídicos contemporâneos - a Common Law e a Civil Law (direito romano-canônico), Rene David escreveu magistral obra nesse sentido (a par da existência de outros sistemas jurídicos menos utilizados, como o japonês, o chinês, o muçulmano etc). Com a globalização aproximando fronteiras, surgiu o movimento das principles transnational rules que, em verdade, a partir dos trabalhos da American Law Institute - ALI e da Unidroit, esta capitaneada por ninguém menos que Michele Taruffo, tem buscado um sistema híbrido, com combinação das normas mais úteis dos dois sistemas. Assim, é verdade que o profissional do direito terá que lidar com termos em inglês (built to suit, time sharing), com novos sistemas de tecnologia, mas não poderá deixar de estar atento termos clássicos da Civil Law, normalmente expressos em latim (in dubio pro reo, allegatio sed non probatio est non allegatio e por aí vai). Na minha opinião, a obra é sim, relevante. Parabéns ao professor pela iniciativa.

O latim e as expressões inglesas

Plinio G. Prado Garcia (Advogado Sócio de Escritório)

Evidentemente, mesmo o idioma inglês tem fortes fundamentos no latim. Saber um idioma não exclui conhecer outros e suas expressões.

Tempos modernos.

Leopoldo Luz (Advogado Autônomo - Civil)

Nos atuais tempos, o profissional de direito precisa mesmo é dominar expressões tais como backup, browser, chave pública, cloud computing, download, eCPF, eSocial, folder, gif, HTML, Java,MP3, pdf, USB.

Comentários encerrados em 07/10/2016.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.