Consultor Jurídico

Direito na Europa

Por Aline Pinheiro

Blogs

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Segunda chance

Adolescente morta na Inglaterra ganha direito de ter o corpo congelado

A Corte Superior de Justiça da Inglaterra autorizou que o corpo de uma menina de 14 anos seja congelado e preservado. Essa era a vontade da adolescente, que acreditava assim ter uma segunda chance de reviver no futuro.

A menina foi diagnosticada com um câncer raro no ano passado. Meses antes de morrer, ela e sua mãe iniciaram uma batalha judicial para conseguir o direito de preservar o corpo por uma técnica chamada de criogenia, que usa nitrogênio líquido para o congelamento. O pai da menina, com quem ela não tinha contato há anos, era contra.

Neste mês, a corte deu razão à adolescente e autorizou que o corpo fosse levado aos Estados Unidos para ser congelado. Os juízes consideraram que a opinião da jovem foi expressa claramente antes de ela morrer e que sua mãe deveria ser a única pessoa a ser consultada sobre o assunto.

O caso ficou em segredo de Justiça enquanto a menina estava viva. A corte avaliou que, dado o seu estado frágil de saúde, qualquer notícia na imprensa abalaria a garota. Um mês depois da sua morte, os jornais foram autorizados a divulgar a história, sem revelar o nome dos envolvidos. Nesta sexta (18/11), a íntegra da decisão foi divulgada pelo próprio tribunal.

Clique aqui para ler em inglês.

Topo da página

Revista Consultor Jurídico, 18 de novembro de 2016, 12h27

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 26/11/2016.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.