Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Saída do poder

Fundador do PT, Hélio Bicudo pede impeachment da presidente Dilma

O advogado Hélio Bicudo apresentou nesta terça-feira (1º/9) à Câmara dos Deputados pedido de impeachment contra a presidente Dilma Rousseff (PT). De acordo com o jornal Folha de S.Paulo, ele afirma que o Brasil está “mergulhado em profunda crise” e que a atual situação econômica representa na verdade uma crise moral.

Ex-deputado diz que apontar erros de governante não representa nenhum golpe.
Reprodução

Fundador do PT, ex-deputado federal e ex-vice-prefeito de São Paulo na gestão Marta Suplicy, Bicudo afirma no documento que as chamadas “pedaladas fiscais” e as notícias de corrupção na Petrobras são suficientes para a saída da presidente.

No primeiro caso, ele diz que Dilma deu aval para as manobras que adiaram pagamentos e usaram bancos públicos para bancar dívidas do governo federal. Ainda segundo a Folha, Bicudo escreve que se trata de “maquiagem deliberadamente orientada a passar para a nação (e também aos investidores internacionais) a sensação de que o Brasil estaria economicamente saudável”. Sobre a “lava jato”, aponta que “pessoas próximas à presidente” estão sendo investigadas.

Para o advogado, não se trata de golpe. “Em nenhuma medida, considerar a possibilidade de impeachment representa golpe. Muito ao contrário, o que uma verdadeira República não pode admitir é que o governante lance mão de todo tipo de desmando, até com o fim de garantir sua reeleição, ficando blindado à devida ação dos demais poderes.”

Revista Consultor Jurídico, 1 de setembro de 2015, 20h31

Comentários de leitores

14 comentários

Impeachment já!

DAGOBERTO LOUREIRO - ADVOGADO E PROFESSOR (Advogado Autônomo)

Apoio incondicionalmente o pedido de impeachment formulado pelo jurista Helio
Bicudo, que está de parabéns por sua brilhante e corajosa iniciativa.
Em suma, suscrevo-o integralmente.
Contudo, há que se ressaltar que a peça vai ser examinada por um Congresso que a imprensa internacional acoima de “Chiqueiro”, ou seja, uma instituição em frangalhos, que desonra as tradições e a luta intensa do povo brasileiro para termos uma nação justa e próspera.
Nem por isso deixa de ser válida a iniciativa. Aos jovens, que são – em grande parte – manipulados pelas forças políticas que infelicitam a nação, recomendo que prestem atenção ao momento em que vivemos, pois estamos na hora da virada e que é preciso que estejamos em condições de receber o mundo novo que se aproxima.
Os malfeitos do PT e, em especial, dessa desatinada presidência só pôde ser possível porque todos os partidos políticos colaboraram para a edificação do desastre. Não há santos nessa lama em que o Palácio do Planalto está submerso.
Para a imprensa internacional, ao analisar o episódio da compra da Refinaria de Pasadena, não há dúvida nenhuma de que temos uma presidenta desonesta.
O afastamento dessa senhora é urgente e estamos falando do futuro do País, que sua presença compromete.
DAGOBERTO LOUREIRO
OAB/ SP N° 20522

G o l p e !

Fernando José Gonçalves (Advogado Sócio de Escritório - Civil)

É o que estamos vivenciando: um GOLPE as avessas, isso é, a expertise de valer-se do mesmo jargão "proibido" para impô-lo, só que com "viés democrático", como forma de mantença do poder a qualquer custo (econômico, social, moral e ético). Referendar a "vontade popular" expressada nas urnas (será mesmo ?) com base em mentiras e manipulações de toda a sorte (muitas delas pagas com financiamento de campanha espúrio, fulcrado em desvios perpetrados contra a Petrobras), é motivo mais do que suficiente para "sustar" esse cheque em branco assinado pela Nação e entregue à quem se valeu de um estelionato eleitoral sedutor para se re-eleger e dele (cheque) se utilizar a seu bel prazer, como, quando e de que forma quiser. Quem tem o poder de eleger tem o mesmo poder de depor
- quem pode o mais, pode o menos- (princípio basilar de direito) em especial num regime que se auto-intitula democrático. Já passou da hora de se viabilizar um impedimento. O país padece de uma crise ética, onde a mandatária/fantoche é uma das principais culpadas (ou porque NÃO SABIA ou porque NADA FEZ), duas situações incompatíveis com o cargo de Presidente da República que existe justamente PARA SABER E FAZER. Quando se tem o privilégio de exercer tal função, com a livre escolha do seu primeiro escalão (ministérios) e assessoria, não se permite o DESCONHECIMENTO e muito menos a INÉRCIA. "IMPEDIMENTO JÁ" !

Ah! O PT. Que PT?

Observadordejuris (Defensor Público Estadual)

Daquele PT ético e idealista dos primeiros anos de militância só sobraram a escória fisiologista e os aproveitadores, que teimam, a todo custo, manter vivo aquilo que já morreu.

Ver todos comentários

Comentários encerrados em 09/09/2015.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.