Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Tempo na TV

Direito de resposta tira última propaganda de candidato do PT em MS

O candidato petista ao governo do Mato Grosso do Sul, Delcídio Amaral, não pôde exibir o último horário eleitoral na televisão por causa de direitos de resposta obtidos pelo adversário, Reinaldo Azambuja (PSDB). As informação são site do jornal Folha de S.Paulo.

Os direitos de resposta foram concedidos pelo Tribunal Regional Eleitoral, em resposta a propagandas de Delcídio consideradas, segundo o tribunal, “sabidamente inverídicas” e “distorcidas”. Azambuja obteve, no total, quase duas horas de direitos de resposta neste segundo turno. A coligação de Delcídio acusa o TRE de parcialidade.

O programa do petista desta sexta-feira (24/10) à noite exibiu apenas três inserções de direito de resposta do tucano, que somaram 8 minutos e 40 segundos do tempo total de dez minutos. No 1 minuto e 20 segundos restantes, foi exibida uma tela azul, com uma inscrição que dizia: “Tempo perdido pela coligação Mato Grosso do Sul com a Força de Todos por infringência à lei eleitoral”. O mesmo já havia ocorrido pela manhã.

O petista, porém, também obteve dois direitos de reposta no último horário eleitoral do adversário,  que somaram aproximadamente 4 minutos e meio. Segundo pesquisa Ibope feita nos últimos dias 18 e 19, o tucano tinha 51% — considerando os votos válidos — ante 49% de Delcídio. 

Revista Consultor Jurídico, 25 de outubro de 2014, 17h33

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 02/11/2014.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.