Consultor Jurídico

Notícias

Anuário do Rio

"TJ-RJ sempre se preocupou com a qualidade"

“Com o Anuário, todos poderão conhecer os desembargadores em suas câmaras, suas características pessoais, sua função e, também, de uma forma geral, a produção coletiva”. A afirmação foi feita pela desembargadora Leila Mariano, presidente do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (foto), no lançamento do Anuário da Justiça Rio de Janeiro 2014, que aconteceu no salão nobre do Tribunal de Justiça fluminense, na tarde desta segunda-feira (17/2).

No evento, que teve a participação de cerca de 200 pessoas representativas da Justiça e do Direito do estado, também se pronunciou o jornalista Márcio Chaer, diretor da Revista Eletrônica Consultor Jurídico, responsável pela publicação do Anuário. Leia Abaixo os dois discursos

Discurso da desembargadora Leila Maria Mariano, presidente do TJ-RJ

Boa tarde a todos, quero parabenizar a ConJur, na pessoa do seu presidente, e dizer que é uma satisfação em recebê-los para o lançamento do Anuário. Através dessa produção, nós e todos aqueles que terão nas mãos o Anuário vão passar a conhecer os desembargadores por Câmara, suas características pessoais, sua função e também, de uma forma geral, a produção coletiva. Nós não estamos afastados de uma produtividade numérica. Ao contrário, somos cobrados. Mas o tribunal sempre se caracterizou pela preocupação com a qualidade. A formação dos juízes e desembargadores é humanística, que leva em consideração o homem. Daí a sua preocupação por entregar uma justiça de qualidade e que venha, efetivamente, a resolver o conflito.

Daí a necessidade de se buscar que se tenha mais facilidade de se chegar a um desembargador, a um juiz. O advogado está esclarecendo os seus pontos de vista, que muitas vezes não pode ser transpassado além de uma petição.

Temos muitas dificuldades. A judicialização em massa é nossa maior dificuldade. Quanto mais se julga, quanto mais processos são ajuizados. Realmente, não temos condição de cumprir da melhor forma honrosa, como a tradicional.

A saída são os meios não adversariais, a composição desses conflitos. Em prol da sociedade.

Estamos pagando R$ 3,6 bilhões de precatórios. Alguns não tinham mais esperança, muitos venderam com deságio imenso os seus créditos, mas hoje estamos regularizando essa situação. E acredito que essa política vai ficar. Até março pagaremos esses R$ 3,6 bilhões. E depois, ano a ano, apenas o crédito. Essa é uma situação inédita no país. Estamos utilizando o valores dos depósitos judiciais não utilizados num percentual de 25%. Deixou-se de ver esses valores de forma romântica e demos a eles uma destinação pública. Outras idéias estão sendo discutidas ainda, mas essas ficam para o Anuário do ano que vem.

Obrigada a todos e sucesso.

Discurso do jornalista Márcio Chaer, diretor da revista eletrônica Consultor Jurídico:

O Ministro Marco Aurélio, ministro do STF e presidente do TSE, depois de conferir os números favoráveis do tribunal, expressos no Anuário, destacou que a produtividade advinda da celeridade é essencial — principalmente se associada à busca constante da conciliação. Esse é o caminho, disse o ministro, que leva ao quadro em que o conteúdo ganha condições e espaço para ser melhor trabalhado, já que o processo de aprimoramento é infindável.

Outro filho ilustre do Rio de Janeiro, também ministro do STF, Luís Roberto Barroso, fez questão de expressar sua alegria por testemunhar o esforço legítimo deste tribunal para atender sua missão institucional e seu papel social.

O ministro Gilmar Mendes, que como presidente do CNJ acompanhou de perto este TJ e sempre enalteceu as soluções aqui engendradas para dar conta da grande demanda por justiça neste estado, folheou com curiosidade o Anuário para se atualizar sobre a situação. Ele também me pediu para felicitar as desembargadoras e desembargadores deste tribunal pelos progressos e, assim como seu colega Marco Aurélio, saudou a era em que os magistrados passam a poder dedicar mais tempo ao conteúdo de suas decisões.

O ministro Luís Felipe Salomão, do STJ, congratulou-se com seus ex-colegas pela notável performance, o que mostra, nas suas palavras, que o compromisso do magistrado fluminense vai muito além da mera obrigação funcional.

Falou também sobre a qualidade da publicação, do seu ineditismo, pelo que agradeço a gentileza.

O desembargador Marcelo Buhatem, que se encontra fora do Rio, gentilmente nos deixou uma mensagem destacando o papel do Anuário como um serviço útil para todos, abre aspas, “com forte cor republicana, pois aproxima julgador e julgado, além de efetivar o princípio da impessoalidade da jurisdição”. 

O presidente do Prêmio Innovare, Sérgio Renault, também aplaudiu os resultados estampados no Anuário e nos pediu para transmitir suas congratulações.

Um bom trabalho, todos sabem, não se faz sozinho.

Por isso aproveito para reconhecer os méritos da equipe de editores que executaram esse projeto com empenho, lealdade aos fatos e profissionalismo. A começar pelo diretor de redação, Maurício Cardoso, a editora-chefe Lílian Matsuura, o nosso editor no Rio de Janeiro, Marcelo Pinto, as repórteres Simone Garrafiel e Débora Diniz e o fotógrafo Mailson Santana.

Por isso é preciso destacar o apoio da senhora presidente deste tribunal, desembargadora Leila Mariano, do presidente da Comissão Mista de Comunicação Institucional, Desembargador Luiz Fernando Ribeiro de Carvalho e de toda comissão.

Veja os anunciantes do Anuário:
Andrade & Fichtner Advogados
Barbosa, Müssnich & Aragão Advogados
Barros Ribeiro Advogados Associados
Basilio Advogados
Bichara, Barata & Costa Advogados
Bradesco S.A.
Brandão Couto, Wigderowitz & Pessoa Advogados
Caixa Econômica Federal
Castro, Barros, Sobral, Gomes Advogados
Dannemann Siemsen Advogados
Décio Freire & Associados
Fadiga e Mardula Sociedade de Advogados
Fontes & Tarso Ribeiro Advogados
Gamil Föppel Advogados Associados
Gustavo Tepedino Advogados
Loeser e Portela Advogados
Luiz Leonardos & Cia
Machado, Meyer, Sendacz e Opice Advogados
Medina Osório Advogados
Moraes Pitombo Advogados
Oliveira Campos & Giori Advogados
Pinheiro Neto Advogados
Souza Cruz S.A.
Taunay & Rocha Advogados
Técio Lins e Silva, Ilídio Moura & Advogados Associados

Veja abaixo a lista dos presentes ao evento:
Ademir Paulo Pimentel
Alexandre Nitzsche
Alexandre Sigmaringa Seixas
Alini Brito
Ana Cristina Carvalhal Rocha
André B. Fernandes
André Lima
Antonio José Ferreira Carvalho
Antonio Paulo Barça
Arethuza Sherman
Bruna Rinaldi
Carlos Eduardo Freire Roboredo
Carlos Felipe Andrade de Carvalho
Carolina Bezerra Sanches
Caroline Müller
Celio Salim Thomaz Junior
César Felipe Cury
Christina Alvim Medeiros
Claudio Correa
Claudio de Almeida Santos Filho
Cristiane Távora
Daniela Amorim Amaral
Daniela Ramos Castanheira
Debora Cunha Wetzlar
Diego Dantas Carvalho
Diego Souza Parreira Pinto
Diogo Oliveira da Silva
Eduardo Domingues
Eduardo Maneira
Elói Guelfi
Erika Carneiro
Fábio André Fadiga
Fábio Barbosa Amorim
Felipe Vouguinha dos Santos
Felippe Barcellos
Fernanda Kikuti Ramalho
Fernanda Tostes Malta de Oliveira
Fernando Cerqueira
Flávia Florentino Marcondes dos Reis
Gabriel Duque Estrada
Gilberto Dutra Moreira
Gilberto Fraga
Gustavo de Freitas Leite
Gustavo Salgueiro
Henrique Baptista
Hosana Pereira
Hugo Miranda
Inessa Rigó
Jairo Santana
Jéssica Ferreira
João da Silva Ferreira Neto
João Paulo Menna Barreto
João Vicente Santos Corrêa
José Carvalho de Oliveira
José Mariano Ferreira Filho
José Saraiva
Júlia Elmor
Julio César da Rocha Germano de Azevedo
Jussara Martins
Kátia Freire
Katia Valverde Junqueira
Leandro Freitas
Lenon Pereira de Gouveia de Morais
Leonardo Scovino
Letícia Sardas
Liorah Piven
Lucas Alvares
Lúcio Barreto
Lúcio Durante
Luciana Viana
Luis Folch Rodriguez
Luís Guilherme Vieira
Luiz Fernando de Carvalho
Manuella Falcão
Marcela Lopes
Marcell Guerra
Marcelo Bueno
Marcelo Cavalcante Pereira Leal
Marcelo Jose Ferreira Soares
Marcelo Leite Hughes de Carvalho
Marcelo Mendes
Marcelo Oliveira
Marcelo Pinho
Marcos Augusto Ramos Peixoto
Marcos Vinícius Rayol Sola
Marcus Fontes
Maria Alicia Lima Peralta
Maria Cristina Orlando da Costa
Maria da Penha Gomes Dantas Florentino
Maria Inês da Penha Gaspar
Maria nilma lima de Barros
Mariana Baptista Carvalho de Oliveira
Mathias G. Von Gyldenfeldt
Maurício Gomes de Mattos
Maurício Roberto Gomes de Mattos
Mauro Dickenstein
Max Fontes
Milton Santos Machado
Mirian Alves
Miriam Lima
Natália Brasil Corrêa da Silva
Nilton Cesar Flores
Nilza Bitar
Paloma Peixoto Pinto
Patrícia Sardas
Patrícia Silveira
Paula Leonor Mendes Fernandes Rocha
Pedro Nunes
Priscilla Mantuano
Rafael Andreata
Rafael Augusto Penna Franca
Rafael Oliveira de Freitas Silva
Rafael Orazem Ramos Machado
Rafael Potsch Andreata
Raphael Moschen Novais
Ricardo Pieri
Ricardo Rodrigues Cardozo
Rita Luane Dias Benigno de Souza
Roberta Borges da Silva
Roberto Guimarães
Rodrigo da Fonseca Chauvet
Rodrigo Fux
Rodrigo Ribeiro
Sebastião Bolelli
Sergio Coelho
Sergio Tostes
Silvia Fischer
Solange Di Carlantonio
Soraia Ghassan Saleh
Thamires Pinto Santoro
Thiago Matheus Marquesin de Oliveira
Thiago Lima
Thor Carvalho
Vanderlei Guimarães Bibá
Vanderlei Torres Bibá
Vanderson Roberto Vieira
Vanessa Souza
Wilson Pereira
Wollber Materko

Revista Consultor Jurídico, 17 de fevereiro de 2014, 21h26

Comentários de leitores

1 comentário

De grana

Zé Machado (Advogado Autônomo - Trabalhista)

Em tudo que depende de grana, o TJ-Rj realmente é um espetáculo, com raríssimas exceções.Todavia, quando se trata na qualidade da prestação jurisdicional,são raríssimos os juízes ou desembargadores que trabalham com coerência e competência, sem se falar do quase completo despreparo dos serventuários, ou seja, é um belo canto de sereia.

Comentários encerrados em 25/02/2014.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.