Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Fortalecimento das subseções

OAB-SP irá descentralizar inscritos no centro da capital

Com o objetivo de fortalecer as subsecções da cidade de São Paulo, a Ordem dos Advogados do Brasil paulista aprovou a descentralização dos 90 mil inscritos na sede da seção paulista da Ordem, localizada na Praça da Sé, no centro da capital. A proposta foi feita pelo presidente da OAB-SP, Marcos das Costa, durante reunião com todos os presidentes de subseções de São Paulo.

"Pensamos que a transferência deva ser facultativa e o estímulo seja mostrar aos colegas a importância da vinculação com nossas subseções para que possam usufruir não só dos serviços prestados pela OAB, mas também da convivência com os colegas da mesma região", disse o presidente.

Os presidentes das subseções se manifestaram favoravelmente à proposta, que foi aprovada por unanimidade. Também foi sugerido que a OAB-SP desenvolva campanhas para incentivar os advogados e estagiários que estão inscritos na sede da seção de São Paulo a migrarem para as subsecções e seja feito um recadastramento para atualização dos dados.

Rodolfo Ramer da Silva Aguiar, da subseção de Nossa Senhora do Ó, sugeriu inscrever os novos profissionais diretamente nas subseções. A presidente do Ipiranga, Andréa Regina Gomes, disse que sua diretoria tem buscado atrair os inscritos na sede, mas que é preciso combater alguns mitos, como o de que quem se inscreve no centro recebe a carteira da OAB mais cedo.

O presidente da subseção de Pinheiros, Pedro Ivo Gricoli Iokoi, que conseguiu triplicar o número de inscritos nos últimos anos, explicou que foram feitas parcerias com comerciantes e empresários da região.

Como segunda pauta da reunião, Marcos da Costa, propôs aos presidentes das subseções paulistanas a consolidação das ações e estudos que cada uma delas vêm promovendo em suas respectivas regiões para desenvolver um projeto que envolva a cidade.

“Precisamos identificar as necessidades locais e a partir do debate com a sociedade e entidades, tirar questões que estão preocupando a população e encaminhar ao Prefeito, colaborando com seu plano de metas e, assim, contribuir para construir uma cidade melhor para todos”, concluiu Costa. Com informações da Assessoria de Imprensa da OAB-SP.

Revista Consultor Jurídico, 6 de maio de 2013, 17h23

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 14/05/2013.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.