Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Primeira reunião

Comitê segue interação informatizada de Judiciário e MP

Responsável pelo acompanhamento da interação entre os sistemas informatizados do Judiciário, Ministério Público, advocacia e Defensoria Pública para agilizar a tramitação de processos e reduzir gastos, o Comitê Técnico Gestor do Modelo Nacional de Interoperabilidade do Poder Judiciário e do Ministério Público (MNI) reuniu-se pela primeira vez na terça-feira (2/7), na sede do Conselho Nacional de Justiça.

Nesta primeira reunião, os representantes do Comitê Técnico Gestor decidiram enviar solicitação de informação sobre a adesão ao Modelo Nacional de Interoperabilidade aos órgãos das instituições que estão representadas no comitê.

Além disso, foi aprovado o envio de um convite para o Supremo Tribunal Federal, que não integra o órgão. Atualmente, o Comitê Técnico Gestor inclui membros do CNJ, do Conselho Nacional do Ministério Público, Ordem dos Advogados do Brasil, Defensoria Pública da União e Advocacia-Geral da União.

O MNI foi criado em 2009, após assinatura de termo de adesão por representantes do Supremo Tribunal Federal, Conselho Nacional de Justiça, Superior Tribunal de Justiça, Conselho da Justiça Federal, Tribunal Superior do Trabalho, Conselho Superior da Justiça do Trabalho e Advocacia-Geral da União, e entidades interessadas na adesão encontram mais informações no site do Conselho Nacional de Justiça ou na página do Conselho Nacional do Ministério Público. Com informações da assessoria de imprensa do CNJ.

Revista Consultor Jurídico, 4 de julho de 2013, 19h05

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 12/07/2013.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.