Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Cadeira específica

Direitos Humanos pode ser incluído em cursos de Direito

O presidente da Comissão Nacional dos Direitos Humanos da Ordem dos Advogados do Brasil, Wadih Damous, irá enviar uma proposta ao Conselho Federal da OAB para a inclusão permanente de uma cadeira específica de Direitos Humanos na grade curricular das faculdades de Direito.

Segundo Damous, é importante que a OAB incentive o governo, por meio do Ministério da Educação (MEC), a implantar a cultura de Direitos Humanos em todas as áreas possíveis, particularmente no âmbito da administração pública. "É urgente que o país tenha condições de formar quadros de qualidade na área de Direitos Humanos em todo o país", afirmou.

A proposta foi sugerida pela seccional fluminense da OAB e deve ser encaminhada ao presidente da entidade, Marcus Vinícius Furtado, para que o Plenário do Conselho Federal possa decidir pelo encaminhamento do pleito ao Ministério da Educação.

Marcelo Chalréo, presidente de Direitos Humanos da OAB-RJ, disse que a Comsisão de Direitos Humanos precisa atuar de forma propositiva, interferindo na ampliação dos espaços de debates e de defesa dos direitos humanos. "Vamos buscar parcerias com a Escola Superior de Advocacia (ESA) e com as faculdades para promover seminários e cursos de Direitos Humanos, que integram uma grande pauta com inserção nos mais variados temas", disse Chalréo.

"Nossos colegas têm, em geral, formação humanística muito rala, pouco se discute o tema na universidade. Acredito que a Ordem possa desempenhar um papel importante nesse debate e, posteriormente, quem sabe, pleitear ao Ministério da Educação a inserção de uma cadeira específica nas faculdades", concluiu.

Revista Consultor Jurídico, 27 de fevereiro de 2013, 16h31

Comentários de leitores

1 comentário

Antes tarde do que nunca

Sheila Santana (Estudante de Direito)

Já passou da hora de suprir essa falha na formação dos juristas brasileiros.

Comentários encerrados em 07/03/2013.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.