Consultor Jurídico

Recursos financeiros

STJ aprova proposta orçamentária de R$ 1,107 bilhão

A Corte Especial do Superior Tribunal de Justiça aprovou, de forma unânime, nesta quinta-feira (1º/8), a proposta orçamentária da corte para 2014, no montante de R$ 1.107.815.967.

O presidente do STJ, ministro Felix Fischer, submeteu a proposta à deliberação do colegiado. Essa foi a primeira sessão de julgamentos da Corte Especial no segundo semestre de 2013, que teve 87 processos julgados e três pedidos de vista.

A proposta orçamentária apresenta as demandas das unidades administrativas do STJ, distribuídas em função dos objetivos traçados e mensuradas nos limites dos referenciais monetários informados pela Secretaria de Orçamento Federal, do Ministério do Planejamento.

Dentre as ações específicas da atual administração, sob a presidência do ministro Felix Fischer, destacam-se a expansão e manutenção do sistema do processo judicial eletrônico, aquisição, instalação e implantação de sistema de gestão de pessoas, ações comemorativas em alusão ao aniversário de 25 anos da criação do STJ, além das despesas com pessoal e encargos sociais, manutenção de instalações e investimentos, despesas com a apreciação e julgamento de causas, entre outras.

A proposta segue para o Conselho Nacional de Justiça, para emissão de parecer. Depois, será encaminhada à Presidência da República para que componha a proposta orçamentária da União, que será levada ao Poder Legislativo para posterior conversão na Lei Orçamentária Anual de 2014. Com informações da Assessoria de Imprensa do STJ.




Topo da página

Revista Consultor Jurídico, 1 de agosto de 2013, 21h49

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 09/08/2013.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.