Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Cadeira da advocacia

TRF-2 escolhe lista tríplice para vaga do quinto

O Órgão Especial do Tribunal Regional Federal da 2ª Região (Rio de Janeiro e Espírito Santo) escolheu, nesta quarta-feira (14/3), os três nomes que vão disputar a vaga do quinto constitucional da OAB. A mais votada foi Paula Vianna, seguida de Marcus Abraham e Fernando Werneck. A lista seguirá para a Presidência da República.

Os três advogados haviam sido escolhidos, no início de fevereiro, pelo Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil para integrar a lista sêxtupla enviada ao TRF-2. Na votação da OAB, Paula Vianna ficou em sexto lugar, com 15 votos; Abraham em terceiro, com 21; e Werneck em quinto, com 16 votos. Pouco antes, a seccional da OAB no Rio de Janeiro já havia promovido uma sabatina informal para a escolha. Nela, os três mais votados foram justamente os escolhidos pelo TRF-2: Paula Vianna em primeiro lugar; Werneck em segundo e Abraham em terceiro.

A vaga pelo quinto constitucional foi aberta em decorrência da morte do desembargador Francisco Pizzolante. Em fevereiro, 13 advogados inscritos foram sabatinados por conselheiros federais dos 26 estados e do Distrito Federal, além da Diretoria do Conselho Federal da OAB.

Revista Consultor Jurídico, 14 de março de 2012, 17h21

Comentários de leitores

1 comentário

Uma bela vitória da OAB, conquistada arduamente!

Bergami de Carvalho (Serventuário)

Em breve, o preenchimento da vaga do "quinto constitucional" pela OAB nos trará mais um(a) Desembargador(a) Federal, minorando o déficit para três vagas em aberto no TRF 2ª Região , sendo que uma da carreira Magistratura está até hoje "sub judice" no Eg. STF, emperrando nos estados fluminense e capixaba a Reforma constitucional do Poder Judiciário.
Que os frutos gloriosos da OAB, após sagrar-se vitoriosa no Eg. STJ, possam de sua colheita oxigenar e fortalecer enormemente a Justiça Federal.

Comentários encerrados em 22/03/2012.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.