Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Movimento grevista

Caminhoneiros devem desobstruir estradas no ES

A Justiça Federal no Espírito Santo determinou nesta quinta-feira (26/7) que os caminhoneiros ligados ao MUBC (Movimento União Brasil Caminhoneiro) desobstruam as estradas federais do estado. As informações são do jornal Folha de S.Paulo.

A decisão determina que os manifestantes deixem os locais até meia-noite desta quinta-feira sob pena de multa diária no valor de R$ 50 mil.

Desde quarta-feira (25/7), os grevistas ocuparam pontos da BR-101 e da BR-262 no estado e impedem a passagem de caminhões, carros e ônibus.

Segundo a Advocacia Geral da União, autora do pedido de liminar, o tráfego de carros da polícia e dos bombeiros, ambulâncias e de pessoas que precisam viajar ou trabalhar também foi prejudicado.

Segundo a Polícia Rodoviária Federal informou à AGU, os manifestantes, além de bloquear as estradas, estão obrigando outras pessoas a fazer o mesmo.

Nesta quarta, a Justiça Federal também determinou o desbloqueio de pontos de rodovias do Rio Grande do Sul.

Revista Consultor Jurídico, 26 de julho de 2012, 21h33

Comentários de leitores

1 comentário

Greve ou bagunça nas rodovias?

Inácio Henrique (Serventuário)

Embora decisões como essa sejam bem vindas pela população, creio que a liminar em questão será de difícil comprimento, diante do reduzido quadro de servidores da Polícia Rodoviária Federal.
Talvez com o deslocamento de policiais de outras unidades a ordem possa ser cumprida, mas não é o que indica que possa ser feito nesse momento, pois a essas unidades ficariam sem o efetivo necessário para garantir a segurança nas estradas dos Estados de onde foram deslocados.
Então observa-se que, se as pessoa que comandam o movimento paredista quiserem descumprir a ordem judicial iram fazê-lo sem a realização de maiores esforços. Basta que bloqueiem pontos diferentes, que disponham de meios eficazes de comunicação e que tenham muitos caminhoneiros envolvidos, para que o caos perdure por mais alguns dias.
O bloqueio da BR 101 no Espírito Santo é coisa fácil de ser feita, pois é uma pista de mão dupla em sua maior extensão. Interrompido o tráfego em qualquer um desses pontos de mão dupla, minguém mas andará por várias horas. Por exemplo, no trecho entre a Serra e a Reserva de Sooretama ou entre Jaguaré e Pedro Canário no Norte do Estado, na parte Sul podemos citar todo o trecho a partir de Guarapari até Cachoeiro do Itapemerim e daí até a divisa com o Rio de Janeiro.
São grandes distâncias, onde originalmente a presença da Polícia Rodoviária Federal é, lamentavelmente, escasso e, nesse momento os esforços para manter a ordem deverão ser mais que dobrados. Torcemos para que as autoridades possam dar cumprimento à decisão judicial e restabelecer o direito de ir e vir dos demais cidadãos alheios a esse movimento dos caminhoneiros.

Comentários encerrados em 03/08/2012.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.