Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Apelo popular

Com fim de parceria, Direito & Literatura pode acabar

Mais de 160 programas gravados, cinco temporadas e um aviso: a Presidência da Fundação Cultural Piratini, a TVE-RS, não vai renovar a parceria existente desde 2008 com a produção do programa Direito & Literatura: do fato à ficção, exibido em todo o Brasil também pela TV Justiça e divulgado semanalmente pela Consultor Jurídico.

O programa é apresentado pelo procurador de Justiça do Rio Grande do Sul e professor da Unisinos Lenio Streck. Cada edição traz um debate, com convidados, sobre uma obra literária e seu diálogo com o Direito.

A justificativa dada ao Instituto de Hermenêutica Jurídica e ao Programa de Pós-Graduação em Direito da Unisinos é que o programa não era popular o suficiente para continuar no ar.

A direção do programa diz ter sido pega de surpresa com a notícia e que se mobiliza para tentar reverter o quadro. Em nota divulgada nesta quarta-feira (11/7), o grupo conclama “telespectadores, professores, estudantes e todos aqueles que ainda acreditam no importante papel da televisão para a difusão da cultura”.

“Segundo a justificativa apresentada pela Diretoria da TVE/RS, o programa atende a um público muito específico e não se harmoniza com a grade de programação esperada de uma rede de televisão pública, que deve apresentar programas ‘mais populares’ (sic)”, diz a nota.

Quem quiser opinar a respeito pode enviar mensagens às autoridades competentes nos endereços presidencia@tve.com.br; gabinete@sedac.rs.gov.br e vinicius-wu@gg.rs.gov.br. O título do e-mail deve ser “Protesto – TVE – Fim do Direito & Literatura”. Também podem ser enviadas mensagens de apoio por meio dos sites www.unisinos.br/direitoeliteratura e www.facebook.com/direitoeliteratura. Os textos ali postados serão publicados juntamente com a lista dos indignados.

“Trata-se, a nosso ver, de mais um lamentável episódio do gradual e silencioso processo de degradação cultural pelo qual vem passando a televisão pública no país, resultante tanto da ação quanto da omissão dos governos, independentemente de suas siglas. Lamentavelmente, o PT também faz mal à cultura. Quer aparelhar tudo, inclusive a televisão pública.”

Leia abaixo o manifesto:

O Triste Fim do Direito & Literatura na TVE-RS e a Razão Cínica da Televisão Brasileira Os gregos e a filosofia e a justiça e as artes e Quixote e Shakespeare e o Estado e a ciência e a revolução e Victor Hugo e as desigualdades e Zola e

o processo e Kafka e o sistema e o sentido e o outro e Camus e a Lei e o inconsciente e os limites e Freud e a interpretação e o poder e Machado de Assis e a República e a burocracia e a crise e Coetzee e a guerra e barbárie e o declínio... Para que refletir sobre tudo isto?, eis a questão.

É com grande tristeza que a equipe do programa “Direito & Literatura: do fato à ficção” vem a público comunicar o fim da parceria com a Fundação Cultural Piratini (TVE/RS).

Após cinco temporadas de sucesso e mais de 160 programas gravados — exibidos em todo o Brasil, também pela TV Justiça e com a divulgação do ConJur —, a Presidência da TVE/RS decidiu por não renovar o termo de cooperação técnica mantido há cinco anos com o Instituto de Hermenêutica Jurídica e o Programa de Pós-Graduação em Direito da Unisinos.

Segundo a justificativa apresentada pela Diretoria da TVE/RS, o programa atende a um público muito específico e não se harmoniza com a grade de programação esperada de uma rede de televisão pública, que deve apresentar programas "mais populares” (sic).

Trata-se, a nosso ver, de mais um lamentável episódio do gradual e silencioso processo de degradação cultural pelo qual vem passando a televisão pública no país, resultante tanto da ação quanto da omissão dos governos, independentemente de suas siglas. Lamentavelmente, o PT também faz mal à cultura. Quer aparelhar tudo, inclusive a televisão pública.

Por isto é que estamos conclamando os telespectadores, professores, estudantes e todos aqueles que ainda acreditam no importante papel da televisão para a difusão da cultura: indignai-vos por esta justa causa de uma maneira simples, enviando uma mensagem de protesto às autoridades competentes (presidencia@tve.com.br; gabinete@sedac.rs.gov.br; vinicius-wu@gg.rs.gov.br), apenas com o título “PROTESTO – TVE – FIM DO DIREITO & LITERATURA”.

As mensagens de apoio poderão ser encaminhadas através dos sites — www.unisinos.br/direitoeliteratura e www.facebook.com/direitoeliteratura —, onde serão publicadas juntamente com a lista dos indignados.

Agradecemos, por fim, a dedicação e carinho de todos aqueles que colaboraram com este projeto inédito ao longo dos últimos cinco anos.

A Produção Executiva

Revista Consultor Jurídico, 11 de julho de 2012, 18h16

Comentários de leitores

6 comentários

Qual o motivo, audiência? Assim é o tratamento cultural !

Julio Cesar Tavares de Oliveira (Jornalista)

Aqui no Estado do Paraná, muitos leitores e amigos da área do Direito e Literatura, sentem muito o fim desta parceria. Outro dia falando sobre a "divina comédia" de Dante Aliglieri, lembrei que este é o "inferno" da TVE. Agora está mais para uma "tragédia" o fim deste programa, é um retrocesso cultural. Perde um pouco do propósito da TV Educativa. O sul do brasil perde um pouco da sua cultura regional. Dr. Lenio Streck Não esqueça que seus admiradores estarão sempre em pé e a ordem, isso é o brasil posto, sem memoria literária e sem cultura. Um tríplece e fraterno abraço.
Julio Tavares .´.

Ditadura

lucasgp (Advogado Autônomo - Criminal)

É lastimável tal atitude adotada pelo governador no Estado dos pampas, ainda mais quando se trata de ato emanado dum político de tamanha envergadura que já fora Ministro da Justiça em terrae brasilis.
No todo, tal ato servirá p/ refletirmos o que queremos p/ nossa jovem DEMOCRACIA nas mãos de tais Ditadores, estes, que não medem esforços p/ tolher certas Conquistas e Direitos de nosso povo, que com muito esforço e sangue conseguimos conquistar.
Governador, EDUCAÇÃO não é gasto, é INVESTIMENTO! É por ela e através dela que podemos esperar pela salvação de nosso povo, pois, Cultura e Conhecimento são as únicas coisas que após conquistadas ninguém mais poderá nos retirar.

existe um abaixo assinado pela manutenção do programa!

Saulo SS (Advogado Associado a Escritório - Criminal)

http://www.change.org/petitions/governador-tarso-genro-sec-de-comunica%C3%A7%C3%A3o-do-rs-e-presidente-da-tve-manuten%C3%A7%C3%A3o-do-programa-direito-literatura-do-fato-%C3%A0-fic%C3%A7%C3%A3o

Ver todos comentários

Comentários encerrados em 19/07/2012.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.