Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Resultados melhores

Índice de aprovação no Exame de Ordem sobe para 15%

Dos 121,3 mil bacharéis em Direito inscritos no Exame de Ordem, apenas 18 mil passaram da segunda fase da prova, um índice de aprovação de 14,9%. Frente os 21,8 mil que passaram pela primeira fase, porém, a cifra dos aprovados é de 82,6%. As informações são do portal iG.

Os números não consideram os bacharéis que entraram com recurso pedindo a revisão de suas notas. Este resultado só será divulgado no dia 4 de outubro, mas não deve alterar muito os resultados finais, segundo Marcus Vinícius Coelho, secretário-geral do Conselho Federal da OAB. De acordo com a Ordem, cerca de 2 mil bacharéis entraram com os recursos.

Coelho considerou os resultados bons, e a aprovação de inscritos, significativa. “A aprovação entre os que fizeram a segunda fase foi bastante alta. E, mesmo se considerarmos o universo de inscritos, o número de aprovados aumentou”, disse Coelho ao iG. A última edição da prova apresentou índice de 9,7% de aprovação, em relação ao número total de candidatos.

As faculdades públicas foram melhor do que as privadas no Exame, segundo ranking elaborado pela OAB. Das 50 mais bem colocadas, só três são particulares. A instituição com maior grau de aprovação é a Universidade Federal de Sergipe (UFS), com 69,4%, ou 25 de SUS 36 inscritos, aprovados.

Em segundo lugar está Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), com 64,7% de aprovação. Logo atrás vem a Universidade de São Paulo (USP), cujo índice de aprovação foi de 63,7%.

O ranking também aponta que 29 instituições de ensino não aprovaram nenhum candidato. Todas elas são particulares.

Revista Consultor Jurídico, 23 de setembro de 2011, 17h21

Comentários de leitores

5 comentários

Para refletir... Pensar... Analisar... Por que a OAB?

Lleão (Engenheiro)

Simples... Na realidade vamos entender o que está oculto, pela aprovação do exame da OAB, ganha-se o quê? E pela não aprovação o que a OAB pode perder? Tudo o que se falou e se fala trata-se disso, disputa econômica e altas arrecadações para esse órgão OAB, não acham? Então pensem... Por que a OAB não extingue o exame? Simplesmente pela arrecadação anual dos seus três exames, que rende a ela mesma bons e inevitáveis lucros! E também por que não aceita novos advogados ou bacharéis sem exame, sendo que dessa forma iria arrecadar muito mais, por quê? Por uma série de fatores, reputação, a única que mantém um estatuto na CF, a que de alguma forma dá os seus "pitacos" no congresso nacional, sociedade jurídica ou dos juristas brasileiros, política brasileira etc... Sendo assim os conservadores não querem admitir que o bolo feito por eles ainda é comestível... A pergunta é somente essa por que a OAB que gosta tanto de dinheiro não aceita aproximadamente os 90 mil bacharéis em direito em seu quadro sem exame de ordem? Acho que é o receio do novo, da inovação e de saber que a sua organização perderá força, pois esse exame para OAB é o seu trunfo, para tudo e também nos ditames de um país... Apenas reflitam... Se fosse somente pelo dinheiro a OAB deixaria a frouxidão do MEC avançar, não acham? Como se diz " tem caroço debaixo desse angu",política, poder e algo mais que nós como seres humanos normais e sem acesso à cúpula corrupta e inescrupulosa desse país não temos como saber e sim refletir e pensar...
Façam a conta - noventa mil por ano vezes 800 a 600 é igual a? Pensando assim... Numa reprovação em média de 80%, seguindo o raciocínio, 72 mil ano vezes 3 é igual a ? Esse resultado vezes duzentos pela inscrição da para a tão questionada aprovação do exame...

Onde está a justiça no Brasil

Pedro Sugiyama (Vendedor)

O simbolo da justiça é uma mulher com uma venda nos olhos para simblizar a justiça iqual para todos, infelizmente não é isso que acontece no Brasil a começar pelo exame da ordem, todos os anos se fala da inconstitucionalidade do exame e ele ainda continua ninguem toma providencia, não tem nenhuma instituição forte que abraçe os bachareis contra a OAB? a familias sendo destruidas 3 vezes por ano por causa desse exame e ainda dizem que é para proteger a sociedade,É um absurdo, quem sabe o Brasil melhore agora com esses encontros promovidos pelas redes sociais.

ESSA MANCHETE É TENDENCIOSA!!!

Chiquinho (Estudante de Direito)

No exame da ordem 2010.2, de 106.041 incritos, foram aprovados 16.974, totalizando um percentual mínimo de 16,00% de aprovação. Portanto o título dessa matéria É TENDENCIOSO!!! Demais: qual o interesse da OAB em aprovar mais bacharéis em direito se faz três exames por ano com mais de 120 mil candidatos, cado um pagando a quantia ínfima de R$.200,00 (duzentos reais para fazer a prova, arrecada uma tonelada de dinheiro; não presta conta ao fisco em nada uma vez que é uma ENTIDADE SUI GENERIS; não existe uma CPI para investigar a aplicabilidade dessa grana toda em obras sociais porque está imune a essas cositas. Qual interesse da OAB em aprovar mais bacharéis se a responsabilidade com advogados implica em mais gasto para ELA, mais compromisso formais, mais responsabilidade com os advogados EM TORAS AS ESFERAS DO PODER ADMINISTRATIVO, JUDICIÁRIO E QUEJANDOS?! Qual interesse?!

Ver todos comentários

Comentários encerrados em 01/10/2011.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.