Consultor Jurídico

Notícias

Tema obrigatório

Escolas cariocas devem ensinar sobre o holocausto

O governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral (PMDB), sancionou o projeto de lei aprovado pela Alerj (Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro) que torna o holocausto nazista um tema obrigatório dos cursos de história da rede estadual de ensino. A decisão foi publicada nesta segunda-feira (10/11) no Diário Oficial do Estado, segundo publicado no portal UOL.

O projeto estabelece que o Conselho Estadual de Educação determine "uma abordagem especial de noções sobre o holocausto nazista como forma de educação, prevenção e combate a todas as formas de discriminação e intolerância".

De acordo com a justificativa do texto, o tema "não é apenas uma questão dos judeus, ciganos e outras minorias perseguidas pelos nazistas, mas uma advertência para as perseguições hoje travadas contra as várias minorias".

Revista Consultor Jurídico, 11 de outubro de 2011, 7h39

Comentários de leitores

2 comentários

E os norte-americanos?

Axel (Bacharel)

E ninguém vai se preocupar com as matanças promovidas pelos EUA e seus amigos ao longo da história?
E a matança desnecessária de alemães em Dresden e de japoneses em Hiroshima e Nagasaki ao final da segunda guerra?
E o extermínio de aldeias inteiras de agricultores vietnamitas com armas químicas?
E os "bombardeios cirúrgicos" que mataram milhares de civis iraquianos?
As crianças deveriam ser incentivadas a ter senso crítico histórico ao invés de receber tudo pronto na sala de aula.

E os outros????

Roland Freisler (Advogado Autônomo)

Como esse pessoal é inculto. Só se lembra do "holocausto" nazista. Tudo bem. E os outros genocídios??? os turcos que durante a 1ª Guerra Mundial dizimaram os armênios; Stalin que nos anos 30 dizimou praticamente 5 vezes mais pessoas do que os nazistas??? Mao Tsé Tung, na China, o Khamer Vermelho, que no Cambodja dizimou mais de sete milhões de pessoas??? Fidel Castro???? Bem, eles são esquerdistas. Só é "holocausto" quando se trata de regime de direita. Eta gentalha sem cultura.

Comentários encerrados em 19/10/2011.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.