Consultor Jurídico

Reforço na equipe

TRT-RS pode ganhar 12 cargos de desembargador

O Senado aprovou nesta quarta-feira (25/5), em sessão do Plenário, o Projeto de Lei da Câmara 6/2011, que propõe a criação de mais 12 cargos de desembargador para o Tribunal Regional do Trabalho do Rio Grande do Sul. A matéria segue, agora, para sanção da presidente da República, Dilma Rousseff. Se o projeto for sancionado, o TRT gaúcho passará a ter 48 desembargadores em seu quadro.

O objetivo da ampliação é fazer frente à alta demanda de recursos. Em 2010, o TRT-RS  recebeu 47,3 mil novos processos no segundo grau. Nos últimos 30 anos, o volume de recursos foi multiplicado por nove, enquanto o número de desembargadores triplicou. A última ampliação do quadro ocorreu há 19 anos.

Mesmo com a convocação de juízes de primeiro grau, o TRT-RS possui estoque de 15 mil recursos pendentes de julgamento. Com informações da Assessoria de Imprensa do TRT-RS. 




Topo da página

Revista Consultor Jurídico, 26 de maio de 2011, 16h31

Comentários de leitores

2 comentários

A verdadeiramente cidadã

Axel (Bacharel)

Felizmente a Justiça do Trabalho só incomoda uma minoria, composta basicamente por fraudadores de direitos trabalhistas e por desinformados que opinam sem saber o que está acontecendo.
Se os milhões de processos que a Justiça do Trabalho recebe anualmente fossem direcionados para a justiça comum, lides que demoram meses para serem solucionadas se arrastariam por anos ou décadas, como é de praxe na justiça estadual. Qualquer leigo percebe a diferença.
Agora, seria uma boa ideia copiar algumas práticas do processo trabalhista, como a dispensa de advogados em questões mais simples. Os processos correriam muito mais rápidos.

Meu Deus....

JA Advogado (Advogado Autônomo)

Meu Deus, onde vamos parar ? A única justiça do Trabalho do mundo não para de aumentar de tamanho. Onde iremos conseguir dinheiro para pagar tantos impostos para bancar tudo isso ?
Quando o Brasil se der conta de que não precisa de justiça trabalhista, que os conflitos podem ser resolvidos por qualquer magistrado, o que faremos com esse espólio todo ?

Comentários encerrados em 03/06/2011.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.