Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Adeus à magistratura

Odone Sanguiné, do TJ gaúcho, vai se aposentar

A 3ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul fez, nesta quinta-feira (9/6), uma sessão especial de despedida do desembargador Odone Sanguiné. Ele se aposenta no próximo dia 14 de junho, após mais de 30 anos dedicados ao Ministério Público e à magistratura do Rio Grande do Sul.

Antes da sessão, o presidente da 3ª Câmara Criminal, desembargador Ivan Leomar Bruxel, fez uma homenagem ao colega. Falou de sua trajetória e destacou sua contribuição para a jurisdição estadual. O desembargador Nereu José Giacomolli também se manifestou e desejou sucesso à nova fase na vida do desembargador Odone. O procurador de Justiça, Paulo Vidal, lembrou a atuação de Odone Sanguiné como membro do Ministério Público.

O homenageado lembrou dos anos em que atuou no Ministério Público até ser indicado ao cargo de desembargador do TJ gaúcho, em 2005. Bastante emocionado, falou de sua trajetória e dos relevantes ensinamentos que teve durante sua vida no Judiciário. Destacou também seu sacrifício pessoal em prol da prestação jurisdicional. ‘‘Exerci com o máximo de esforço todas as minhas atribuições’’, destacou. 

Perfil
Natural de Butiá, na região carbonífera do Estado, formou-se em Direito pela Universidade do Vale do Rio do Sinos (Unisinos), em 1977. Dois anos depois, em 1979, foi nomeado promotor de Justiça. Em 1991, foi promovido a procurador de Justiça.

Em 1986, finalizou curso de Especialização em Direito Político na mesma Universidade. No ano de 1997, tornou-se Mestre e, em 2000, Doutor em Direito pela Universitat Autònoma de Barcelona (UAB), Espanha.

Em 2001, concluiu seu pós-doutorado no Institute for Global Legal Studies — Washington University School of Law in St. Louis (Missouri - MO) — Estados Unidos e Wiarda Institute — Universiteit Utrecht , da Holanda.

Professor concursado da Faculdade de Direito da UFRGS, desde 1990, leciona na graduação e na pós-graduação. É também professor da Escola Superior da Magistratura.

Ele é autor do livro Prisión provisional y derechos fundamentales, editora Tirant lo Blanch, Valencia, Espanha, 2003, 709 páginas (tese doutoral). Tomou posse como desembargador do Tribunal de Justiça em 13 de abril de 2005. Com informações da Assessoria de Imprensa do TJ-RS.

 

Revista Consultor Jurídico, 9 de junho de 2011, 18h23

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 17/06/2011.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.