Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Conhecendo a Justiça

Crianças de escolas municipais visitam TJ do Rio

Por Dentro do Palácio: visita guiada teatralizada nesta quinta-feira - 7/04/2011 - TJ-RJ

Uma parceria com o Centro Cultural do Poder Judiciário do Rio de Janeiro ampliou um projeto da Associação dos Magistrados do Estado do Rio de Janeiro (Amaerj) que oferece visitas a alunos de escolas municipais ao antigo Palácio da Justiça, à biblioteca da corte e ao Tribunal Pleno, na companhia de juízes. O programa "Juristur/Conhecendo o Judiciário" também conta com o apoio da Secretaria Municipal de Educação e da Federação das Empresas de Transportes de Passageiros do Estado do Rio de Janeiro (Fetranspor).

O objetivo principal do programa é apresentar de forma lúdica e interativa a história e o funcionamento do Judiciário estadual, para estimular a formação do sentimento de Justiça nos alunos dos 7º, 8º e 9º anos de 10 escolas municipais, uma de cada Coordenadoria Regional de Educação. Esta parceria, que termina em setembro, realizará ao final uma coletânea de trabalhos individuais desenvolvidos pelos alunos participantes, que tiveram o tema sobre a Justiça desenvolvido em sala de aula por seus professores.

No ano passado, o programa organizou, em quatro meses, visitas de 10 escolas e mais de 200 alunos, culminando com a entrega de prêmios aos melhores trabalhos realizados pelos estudantes,  durante a cerimônia de encerramento do ano, no dia 9 de dezembro, no auditório da Amaerj.

A primeira escola a participar do projeto, neste ano, foi a Escola Municipal Mascarenhas de Morais, localizada no bairro do Caju. A visita terminou com um lanche de confraternização entre alunos, professores e organizadores do evento. Ao final do programa, em setembro, será organizada coletânea de trabalhos individuais desenvolvidos pelos alunos participantes, que também desenvolveram o tema justiça em sala de aula. 

Além dos representantes da Secretaria de Educação e da Fetranspor, participaram do primeiro encontro o presidente da Amaerj, desembargador Antonio Cesar Siqueira, o coordenador do Juristur, juiz Joel Pereira dos Santos, e a funcionária da Amaerj, a advogada Francisca Lima, além de estagiárias do programa que já tem mais de uma década de atividade. Na ocasião, o presidente da Amaerj pediu um minuto de silêncio em homenagem aos 11 estudantes assassinados na Escola Municipal Tasso da Silveira, em Realengo, zona oeste do Rio, na quinta pela manhã. Com informações da Assessoria de Imprensa do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro e da Amaerj.

[Texto alterado às 13h para acréscimo de informações]

Revista Consultor Jurídico, 8 de abril de 2011, 5h01

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 16/04/2011.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.