Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Acesso a informações

Grupo de controle da atividade policial lança site

O Grupo de Controle Externo da Atividade Policial do Estado do Paraná, composto por procuradores da República lotados em unidades do MPF no estado, lançou o seu site durante o Encontro da 2ª Câmara de Coordenação e Revisão do Ministério Público Federal. O evento terminou, na quarta-feira (20/10), em Brasília. No site http://coex.prpr.mpf.gov.br/, o cidadão deve ter acesso a informações gerais sobre o controle externo da Polícia pelo Ministério Público e a atuação do grupo no Paraná.

Além disso, poderá denunciar eventuais abusos na atuação policial. Será possível acompanhar as principais notícias oficiais sobre o assunto, divulgadas pela Justiça e pelo MP, por exemplo, e também a repercussão na imprensa de casos relacionados ao controle externo. A página se propõe também a ser uma ferramenta útil aos promotores de Justiça e procuradores da República que trabalham na área de controle externo das Polícias.

Nela poderão encontrar, em ambiente público, normas que regulam controle externo de quase todos os Estados do país, bem como leis e normas que regulam a atividade da Polícia Federal e Rodoviária Federal. Em ambiente restrito, após se cadastrarem, os membros do Ministério Público e de outros órgãos poderão acessar normas de conhecimento restrito, relatórios de inspeções, modelos de documentos e ainda poderão incluir conteúdo que entendam ser de interesse dos demais usuários.

Para o coordenador do grupo, procurador da República Deltan Dallagnol, o momento do lançamento do site é bastante interessante, pois acontece quando as atenções da sociedade se voltam para desvios na atuação policial, como mostra o filme "Tropa de Elite 2". O filme aborda a corrupção policial e a violência incrustada em alguns setores específicos da Polícia. Com informações da Assessoria de Imprensa da Procuradoria da República do Paraná.

Revista Consultor Jurídico, 21 de outubro de 2010, 8h45

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 29/10/2010.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.