Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Associado benemérito

Ex-alunos da USP homenageiam Celso de Mello

Ministro Celso de Mello recebe placa de homenagem da associação dos antigos alunos da Faculdade do Largo de São Francisco (11/11/2010 - Gil Ferreira/SCO/STF

O ministro Celso de Mello, do Supremo Tribunal Federal, recebeu na quinta-feira (11/11) uma homenagem da Associação dos Antigos Alunos da Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo. Ele recebeu uma placa de associado benemérito entregue pelo grupo formado formado pelo ministro aposentado do Superior Tribunal Militar Flávio Bierrenbach, Vadim Arsky, Heloísa Mendonça e  Nelson Lacava Filho.

A homenagem foi prestada em Brasília, na sede do STF, porque o ministro Celso de Mello não pode comparecer as Arcadas em agosto de 2010, em virtude de cirurgia a que foi submetido. Naquela ocasião, e dando início às comemorações do 184º aniversário de fundação da Faculdade de Direito do Largo de São Francisco, foram igualmente homenageados o ministro Moreira Alves (antigo Professor de Direito Civil do ministro Celso de Mello na Faculdade), os professores Álvaro Villaça e Bresser Pereira e o desembargador Viana Santos, Presidente do Tribunal de Justiça de São Paulo.

“As Arcadas, mais que um lugar, representam, para mim, um verdadeiro estado de espírito. Aquele que passa pela Faculdade de Direito do Largo de São Francisco vê-se marcado para sempre em sua vida. São momentos que não se dissolvem pela jornada do tempo”, ressaltou o ministro Celso de Mello, ao término do encontro. Ele pertence à turma formada em 1969.

Além de Celso de Mello, o STF tem em sua composição atual  outro ex-aluno da Faculdade do Largo de São Francisco, o ministro Dias Toffoli. Durante a homenagem, o ministro Flávio Bierrenbach contou que 78 ministros do Supremo graduaram-se nas Arcadas e outros cinco ministros concluíram pós-graduação naquela instituição, entre os quais o ministro Cezar Peluso e a ministra Cármen Lúcia Antunes Rocha. Outro ministro do STF “das Arcadas” é Ricardo Lewandowski. Ele cursou mestrado, doutorado, é livre-docente e professor titular da Faculdade de Direito da USP.

Dos 42 presidentes que dirigiram o Supremo Tribunal Federal, sete (7) ministros graduaram-se pela Faculdade de Direito do Largo de São Francisco (USP): D’Aquino e Castro (1894/1906); Piza e Almeida (1906/1908); Edmundo Lins (1931/1937); José Linhares (1945/1949 e 1951/1956); Laudo de Camargo (1949/1951); Sydney Sanches (1991/1993) e Celso de Mello (1997/1999). Com informações da Assessoria de Imprensa do STF.

Revista Consultor Jurídico, 12 de novembro de 2010, 11h15

Comentários de leitores

1 comentário

Mais que um ministro do STF, um humanista!

Luiz Felipe Neves (Assessor Técnico)

A homenagem retribuí merecidamente o orgulho e admirição que o ministro Celso de Mello tem por sua faculdade. Realmente sua formação é impecável, e não digo isso só levando em conta a parte jurídica que é de conhecimento de todos, mas também a formação humanística. Ser um humanista não é só conceder um HC com base no princípio da insignificância, como muitos outros fazem. É, sim, tratar a todos com respeito e igualdade, como bem faz o Ministro Celso. Parabéns pela justa homenagem!

Comentários encerrados em 20/11/2010.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.