Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Volta ao trabalho

Servidores da Justiça Federal acabam com a greve

Os servidores públicos da Justiça Federal suspenderam, nesta terça-feira (13/7), em todo o país, a greve iniciada em 6 de maio. Segundo a Federação Nacional dos Trabalhadores do Judiciário Federal e do Ministério Público da União (Fenajufe), a orientação nacional é pela suspensão da paralisação. A informação é da Agência Brasil. A categoria tomou a decisão por causa do recesso parlamentar e do esvaziamento dos tribunais no período de férias de julho.

A Fenajufe informou que apenas quatro sindicatos ainda não fizeram assembleia para decidir o final do movimento. A negociação está sendo feita regionalmente.

Em São Paulo, os servidores do Tribunal Regional Eleitoral voltaram ao trabalho depois que a presidência da corte decidiu que vai pagar os dias de greve, de acordo o Sindicato dos Trabalhadores do Judiciário Federal no Estado de São Paulo (Sintrajud). Os funcionários do Tribunal Regional do Trabalho paulista continuavam de braços cruzados para pressionar a direção órgão a retirar a portaria que determina o corte do ponto dos grevistas. Em solidariedade, os colegas do Tribunal Regional Federal da 3ª Região também continuavam parados. No início da noite desta terça-feira (13/7), todos decidiram seguir a orientação nacional e voltar ao trabalho.

Eles reivindicavam a aprovação do Projeto de Lei 6.613, que revisa o plano de cargos e salários. Também querem que seja excluída da pauta o PL 549, que altera a Lei de Responsabilidade Fiscal, que determina que o reajuste salarial dos funcionários públicos federais seja o resultado da soma do Produto Interno Bruto (PIB) com a inflação.

Revista Consultor Jurídico, 13 de julho de 2010, 18h35

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 21/07/2010.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.