Consultor Jurídico

Notícias

Delegados de SP

Marilda Pansonato assume presidência da Adpesp

Delegada de Polícia e uma das lideranças do movimento grevista de 2008, Marilda Aparecida Pansonato Pinheiro assumiu, no dia 11 de janeiro, a presidência da Associação dos Delegados de Polícia do Estado de São Paulo (Adpesp). Segundo a associação, é a primeira vez em 60 anos que uma mulher assume a presidência da entidade.

“É hora de resgatarmos nossa dignidade e de termos reconhecido nosso valor, recebendo salários que possam satisfazer, minimamente, nossas necessidades para que tenhamos a necessária e indispensável tranquilidade para prestar ao cidadão, serviço público de qualidade. Afinal, é ele o nosso patrão”, disse a delegada no discurso da posse.Com informações da Assessoria de Imprensa da Adpesp.

Leia o discurso de posse

Inicialmente, não poderia deixar de agradecer a presença do dd. Delegado Geral de Polícia, Dr. Domingos Paulo Neto, nesse momento bastante expressivo para todos nós.

Aos colegas que participaram da disputa, parabenizar pelo respeito aos demais adversários ideológicos.

Ao Dr. Décio Bailão da Silva, “pai” do grupo DELPOL PC que conta hoje com cerca de mil delegados de polícia de todo Estado de São Paulo, um especial agradecimento por nos possibilitar estar aqui hoje. E a todos os meus amigos, delegados e delegadas de polícia que com muito carinho recebemos hoje na nossa casa, agradecendo a presença. Aos amigos que não puderam estar aqui de corpo presente, mas que certamente estão de alma e coração, obrigada.

Essa foi, sem dúvida, a maior e mais democrática eleição de todos os tempos e se iniciou pelo encontro de delegados e delegadas de polícia, que ousaram sonhar com uma história diferente.

Desde que ingressei na polícia civil, ouvia algumas frases que acabaram por se incorporar nas nossas vidas, como se fossem verdades absolutas, tais como “a polícia civil é assim mesmo.... a polícia nunca vai mudar... a polícia sempre foi assim...”

E fatos cotidianos acabavam corroborando com essa afirmação, minando a resistência por mudanças, enfraquecendo nossas esperanças, desestimulando a busca pelo fazer diferente...

Um dia, um grupo.... Colegas que, assim como nós, queriam escrever sua própria história... Já não estávamos sozinhos...

Movimento paredista... Aquele desacreditado, inicialmente ignorado, que foi tomando forma, crescendo, ganhando adeptos e explodindo como um pedido de socorro...

A polícia civil já não era a mesma... Soubemos que podíamos fazer diferente... E fizemos.

Acordos foram elencados, propostas foram apresentadas e a greve acabou, mas o movimento e a busca pelo resgate da nossa dignidade deixaram ainda mais acesa a chama da união, da vontade de lutar por dias melhores.

A eleição rompeu paradigmas trazendo a nova diretoria composta por componentes de todas as chapas, formando uma nova ADPESP.

Agora chegou o momento de juntos enfrentarmos os desafios que são muitos e romper com o temor inspirado pelo autoritarismo...

Somos delegados de polícia do Estado de São Paulo, o mais rico da federação e o que pior remunera seus policiais.

É hora de resgatarmos nossa dignidade e de termos reconhecido nosso valor, recebendo salários que possam satisfazer, minimamente, nossas necessidades para que tenhamos a necessária e indispensável tranquilidade para prestar ao cidadão, serviço público de qualidade... Afinal , é ele o nosso patrão.

É hora de mostrar para toda a sociedade a relevância do nosso trabalho e a importância da sua participação efetiva na justa reivindicação por segurança.

É hora de negociar, de se cumprir acordos com prazos determinados e de reciprocidade nos compromissos assumidos, visando sempre o atendimento e o merecido respeito aos nossos usuários.

É hora de esquecer as promessas, cumpridas ou não, e de estabelecer o diálogo franco, aberto, transparente e verdadeiro, onde sejamos ouvidos e saibamos ouvir, desarmados de rancores.

É hora de honrar compromissos mutuamente assumidos e de sepultar o passado, voltando os olhos para um novo futuro, onde, mesmo chegando devagar, chegaremos todos juntos.

É hora de todos terem vez e voz, onde as opiniões serão ouvidas, registradas e percebidas com sabedoria e delicadeza para servirem de suporte nas decisões tomadas com coragem sem perder a doçura.

É hora de somar esforços... ADPESP – Associação dos Delegados de Polícia do Estado de São Paulo e SINDPESP – Sindicado dos Delegados de Polícia do Estado de São Paulo devem estreitar cada vez mais os laços de amizade, cooperação e compromisso com a classe já que temos os mesmos objetivos, respeitando, sempre, as atribuições de cada uma dessas entidades e colocando acima de qualquer vaidade pessoal, o interesse daqueles que representamos.

É hora de desenharmos novas ações, pois quem tem sempre as mesmas atitudes, terá sempre as mesmas respostas....

Que Deus nos proteja e guarde a todos. Muito obrigada

Marilda Aparecida Pansonato Pinheiro

Presidente da ADPESP

Revista Consultor Jurídico, 14 de janeiro de 2010, 12h19

Comentários de leitores

2 comentários

Parabéns, Dra. Marilda!

Mauricio_ (Outros)

Boa sorte na gestão à frente da Adpesp, importantíssima entidade de classe dos delegados de polícia do Estado de São Paulo, e que a senhora consiga, de fato, resgatar a dignidade salarial das autoridades policiais paulistas.

Parabéns

celso (Delegado de Polícia Estadual)

Parabéns Marilda. Tenho certeza que com o trabalho sério que sempre foi seu norte, poderemos mostrar para a população nosso real valor, pois assim, só assim, nossos governantes irão pagar salários dígnos. É um absurdo o Estado de São Paulo pagar um dos piores salários do País.

Comentários encerrados em 22/01/2010.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.