Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Congonhas e Cumbica

Juizados registram 397 reclamações em dezembro

Apenas no mês de dezebro, até este domingo (26/12), os Juizados Especiais instalados nos aeroportos de Congonhas e Cumbica registraram 397 reclamações, com 74 acordos obtidos. Segundo o Tribunal de Justiça de São Paulo, a movimentação está dentro do normal.

Desde que os Juizados começaram a funcionar nos aeroportos, em 23 de julho, houve 377 reclamações em Congonhas. Dessas, 85 terminaram em acordo entre as partes. Já em Cumbica houve 2.174 reclamações, das quais 495 resultaram em acordo, o equivalente também a 23% de sucesso. Nesse mesmo período, foram transmitidas ainda mais de 1,6 mil orientações à população que transita pelas dependências do aeroporto.

Os postos de Juizados Especiais do TJ-SP recebem reclamações exclusivamente contra as companhias aéreas. Os principais registros são de queixas relacionadas a overbooking, atrasos e cancelamentos de voos, extravio, violação e furto de bagagem, falta de informação e de orientação.

Em Congonhas o serviço é prestado em duas salas localizadas no mezanino do saguão principal, ao lado da agência dos Correios. Em Cumbica, o atendimento é no Terminal 1, Asa B, no corredor que fica atrás dos balcões de check-in das empresas aéreas, próximo ao posto médico.

Em Congonhas, o atendimento ao público acontece de segunda a sexta-feira, das 10h às 19h e, em Cumbica, das 11h às 22h. Aos sábados, domingos e feriados o atendimento em Congonhas é das 14h às 19h e em Cumbica das 15h às 22h. Com informações da Assessoria de Comunicação do TJ-SP.

Revista Consultor Jurídico, 27 de dezembro de 2010, 16h14

Comentários de leitores

1 comentário

Elitismo besta!

Armando do Prado (Professor)

Cadê os juizados nas rodoviárias e portos??

Comentários encerrados em 04/01/2011.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.