Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Justiça sem burocracia

VII Prêmio Innovare será entregue nesta sexta

Acontece nesta sexta-feira (3/12), em Brasília, a cerimônia de entrega do VII Prêmio Innovare. O tema deste ano é Justiça Sem Burocracia. A solenidade está marcada para as 11 horas, no Salão Branco do Supremo Tribunal Federal.

Nesta edição, concorreram 113 práticas na categoria advocacia, 87 em juiz, 48 em Ministério Público, 34 em Prêmio Especial, 33 em Defensoria Pública e 25 em Tribunal. Os vencedores das categorias Ministério Público, Juiz Individual, Defensoria Pública e Advocacia receberão R$ 50 mil. Já a categoria Tribunal receberá um troféu do Prêmio Innovare e placas de menção honrosa.

Este ano, o Innovare e a International Bar Association's Human Rights Institute farão uma premiação especial reconhecendo práticas que facilitaram o acesso do preso à Justiça. O vencedor, além da bonificação em dinheiro, ganhará um estágio em Moçambique, onde auxiliará advogados locais e regionais em causas de direitos humanos.

Todos os trabalhos premiados serão incluídos no banco de dados e no site do Instituto Innovare e na coleção de livros A Reforma Silenciosa da Justiça. As práticas foram analisadas por uma comissão julgadora, composta por ministros, magistrados e autoridades do meio jurídico.

Participam da cerimônia o presidente do Conamp, César Mattar Jr., e o vice-presidente da entidade, José Carlos Cosenzo; o ministro da Justiça, Luiz Paulo Barretto; e os ministros do STF Cezar Peluzo, Carmém Lúcia e Gilmar Mendes; além de Márcio Thomaz Bastos, presidente do conselho superior do Instituto Innovare.

O prêmio
Criado em 2004, o Prêmio Innovare identifica, premia e divulga práticas inovadoras do Ministério Público, do Poder Judiciário, da Defensoria Pública e da Advocacia que contribuem para a modernização dos serviços da Justiça.

Em sete anos de atuação, o Innovare acumula cerca de duas mil iniciativas inscritas e já contemplou práticas ligadas à adoção e reintegração à família, cidadania, meio ambiente, modernização do judiciário, infraestrutura, crescimento urbano, entre outras áreas.

A premiação é uma iniciativa da Secretaria de Reforma do Judiciário do Ministério da Justiça com o Conamp, Associação Nacional dos Procuradores da República (ANPR), Associação dos Juízes Federais do Brasil (Ajufe), Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB) e da Associação Nacional dos Defensores Públicos (Anadep).

Revista Consultor Jurídico, 3 de dezembro de 2010, 0h49

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 11/12/2010.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.