Consultor Jurídico

Motivos pessoais

Exoneração de Marzagão é publicada nesta quarta

Ronaldo Marzagão1 - Jorge Rosenberg

A exoneração de Ronaldo Marzagão (foto) do cargo de secretário da Segurança Pública de São Paulo foi publicada, nesta quarta-feira, no Diário Oficial do Estado. Ele será substituído pelo secretário-adjunto, Guilherme Bueno de Camargo, que assumirá o cargo interinamente. As informações são da Folha Online.

De acordo com a jornalista Renata Lo Prete, Marzagão pediu demissão, alegando "motivos estritamente pessoais". Advogado criminalista, Marzagão assumiu a Secretaria em janeiro 2007. Durante sua gestão, aconteceram greve da Polícia Civil e denúncias de corrupção contra seu ex-secretário-adjunto Lauro Malheiros Neto e policiais militares e civis, o que teria contribuído para sua saída.

Em entrevista concedida no dia 13 de março, Marzagão admitiu que as denúncias de corrupção "desgastam" a imagem da Polícia e da Secretaria. Ele disse, ainda, que "não ia jogar a poeira debaixo do tapete".

No início do mês, o Ministério Público em Guarulhos (SP) recebeu um vídeo em que o advogado Celso Augusto Valente, sócio de Malheiros Neto, explicaria a um policial como funciona um esquema de venda de cargos. Marzagão afirmou desconhecer o fato e declarou-se "surpreso" e "impressionado" com as acusações contra o ex-secretário-adjunto.

O governador José Serra (PSDB) aceitou a demissão, ressalvando que considera Marzagão "um exemplo de integridade, lealdade e dedicação".




Topo da página

Revista Consultor Jurídico, 18 de março de 2009, 14h26

Comentários de leitores

1 comentário

PROCEDIMENTO

galileu (Contabilista)

Eu quero saber qual a diferença entre EXONERAÇÃO e PEDIDO DE DEMISSAO, eu sei que pedido de demissao é saida com honra e.............

Comentários encerrados em 26/03/2009.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.