Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Voo 447

Presidente do TJ-RJ lamenta acidente de avião

O presidente do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, desembargador Luiz Zveitver, divulgou nota lamentando o acidente com o Airbus da Air France. Ele disse que se solidariza com os familiares dos passageiros e tripulantes - entre eles, três serventuárias da Justiça, que estavam no vôo 447. E ainda: ele se solidarizou com os desembargadores Enéas Machado Cotta e Renata Cotta cuja neta e sobrinha, Bianca Machado Cotta, embarcou no voo com o marido Carlos Eduardo Macario de Melo.

As servidoras Simone Jacomo dos Santos Elias, Márcia Moscon de Faria e Sônia Maria Esteves de Amorim que embarcaram no voo, trabalhavam na Vara da Infância, da Juventude e do Idoso da Capital. Elas viajavam juntas, de férias, para Paris. Simone, de 41 anos, era psicóloga e estava há 7 anos e 10 meses na VIJI. Márcia Moscon de Faria, de 49 anos, também era psicóloga e há 10 anos atuava na VIJI. Já Sônia Maria Esteves de Amorim, de 57 anos, era comissária de Justiça, há 9 anos na Vara da Infância da Capital.

O avião da companhia aérea Air France, que saía do Rio de Janeiro em direção a Paris, no domingo (31/5), continua desaparecido. O avião, que levava 228 pessoas, partiu às 19h do Brasil e fez o último contato às 22h33. Nesta terça-feira (2/6), buscas encontraram materiais metálicos e não metálicos no Oceano Atlântico, mas ainda não foi confirmado que são do avião desaparecido. Com informações da Assessoria de Imprensa do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro.

Revista Consultor Jurídico, 2 de junho de 2009, 17h26

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 10/06/2009.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.