Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Benefício à classe

Projeto visa liberar advogados do rodízio de carros em SP

A Câmara de Vereadores de São Paulo vai votar, na próxima semana, o projeto de lei de autoria do vereador Edivaldo Estima (PPS), que pretende liberar advogados do rodízio de carros na capital paulista. Há estimativa de que 120 mil veículos poderiam estar nas ruas com a nova lei. As informações são da Folha Online.

O projeto que ajuda os advogados foi aprovado em primeira discussão em dezembro de 2007 e vale para profissionais que moram na capital e usam o veículo a trabalho.

A Ordem dos Advogados do Brasil, que registra 120 mil inscritos só na capital, apóia o projeto. Para o presidente da Comissão de Assuntos e Estudos sobre Direito de Trânsito da entidade, Cyro Vidal, o advogado e o médico têm "função primordialmente social". "Eu não vejo, em nenhuma hipótese, alguém dizer que o advogado vai usar isso abusivamente", afirma. Ele calcula que de 30 mil a 40 mil advogados pedirão o benefício.

Para o presidente da Câmara, Antonio Carlos Rodrigues (PR), a proposta é "absurda". "Voto contra. Se passar, o prefeito veta", afirma. A sugestão bate de frente com medidas adotadas pelo prefeito Gilberto Kassab (DEM) para melhorar o trânsito na cidade. Se aprovada na Câmara, o prefeito pode sancionar ou vetar o projeto.

Hoje, médicos já desfrutam do benefício, graças a uma lei de 1998. Segundo o Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo, mais de 23 mil médicos são cadastrados.

Revista Consultor Jurídico, 29 de novembro de 2008, 17h17

Comentários de leitores

23 comentários

Sr. Prefeito. Espero que não precise de um HC, ...

Renério (Advogado Sócio de Escritório)

Sr. Prefeito. Espero que não precise de um HC, pois provavelmente só será distruibuido no dia seguinte se este cair em dia de rodízio. Opção dois: procure a PAJ. Abs.

Não posso acreditar nessa informação! Liberar ...

Souza (Bacharel - Comercial)

Não posso acreditar nessa informação! Liberar Advogados do rodizio? Isto é uma aberração para favorecer casta! Absurdo, incoveniente, desastrada! Seria o caso de liberar o rodizio também para médicos, juizes, policiais em serviço, enfermeiros, farmacêuticos etc. A advocacia é uma atividade comou outra qualquer, ou não?

O advogado é essencial à administração da justi...

Andreas (Advogado Associado a Escritório)

O advogado é essencial à administração da justiça e o advogado que atua na defesa criminal, em particular defende os dois direitos mais caros a ser humano, depois do direito à vida e do direito à saúde, quais sejam, o direito à liberdade e o direito à honra. Apenas a título de exemplo, a demora do advogado em chegar à delegacia após a detenção de um cidadão suspeito pode gerar perda irreparável para o cidadão detido. E, infelizmente, a triste realidade é que os advogados que militam na área criminal, devido à própria condição de pobreza de muitos de seus clientes, não podem dispender do valor do táxi cotidianamente em longas distâncias. Enfim, resumindo: penso que somente, e tão somente, os advogados que, comprovadamente, atuam na defesa criminal, devem ser liberados do rodízio em benefício da proteção dos direitos fundamentais à liberdade e à honra.

Ver todos comentários

Comentários encerrados em 07/12/2008.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.