Consultor Jurídico

Caminho mais curto

TRF-2 já pode enviar Recurso Extraordinário digital ao Supremo

A partir desta semana o Tribunal Regional Federal da 2ª Região pode enviar Recurso Extraordinário em formato digital ao Supremo Tribunal Federal. Em cerimônia na quinta-feira (27/3), a ministra Ellen Gracie, presidente do Supremo, inaugurou a ferramenta desenvolvida pelo Conselho Nacional de Justiça.

Para possibilitar o funcionamento do sistema, o CNJ repassou ao tribunal 18 digitalizadores e enviou técnicos para implantação e treinamento de funcionários. A informatização do Recurso Extraordinário já é praticada no STF e tem como objetivo agilizar o julgamento e reduzir os custos com papel. Só em 2005 foram usadas 350 toneladas de papel em Recursos Extraordinários.

Na inauguração, Ellen Gracie declarou que com a informatização há expectativa de em dois anos o Judiciário viver outra realidade em termos de processos, particularmente quanto ao STF. O resultado virá, segundo ela, com a melhor prestação do serviço ao cidadão.




Topo da página

Revista Consultor Jurídico, 28 de março de 2008, 13h31

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 05/04/2008.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.