Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Vaga preenchida

Benedito Gonçalves é nomeado para ministro do STJ

O desembargador federal Benedito Gonçalves foi nomeado pelo presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, para ocupar o cargo de ministro do Superior Tribunal de Justiça. A nomeação foi publicada, nesta quinta-feira (28/8), no Diário Oficial da União.

Ele atuava no Tribunal Regional Federal da 2ª Região, com sede no Rio de Janeiro. Agora, vai ocupar a vaga aberta com a aposentadoria do ministro José Delgado. Após a nomeação, a posse do novo ministro ocorrerá em data a ser marcada no STJ.

Natural do Rio de Janeiro, Benedito Gonçalves iniciou sua carreira na magistratura como juiz federal, aprovado em concurso público de provas e títulos no ano de 1988. Dez anos depois, foi promovido, por merecimento, ao cargo de desembargador federal do Tribunal Regional Federal da 2ª Região, com jurisdição nos estados do Rio de Janeiro e do Espírito Santo.

No cargo de desembargador, participou de vários projetos importantes para o Judiciário. Integrou a Comissão de Interiorização da Justiça Federal nos estados do Rio de Janeiro e Espírito Santo. Preocupado com o combate à morosidade do Judiciário, ele coordenou o Projeto Zero, da Corregedoria-Geral da Justiça Federal da 2ª Região.

O trabalho identificou os “gargalos” da Justiça fluminense, ou seja, os temas que geram o maior número de processos, e promoveu ações no sentido de agilizar o trâmite desses casos. O desembargador federal também foi coordenador regional dos Juizados Especiais Federais da 2ª Região. No cargo, promoveu a adesão dos órgãos públicos do Rio de Janeiro ao processo digital.

Com a nomeação do novo ministro, ainda restam duas vagas abertas para o cargo de ministro do STJ decorrentes das aposentadorias dos ministros Antonio de Pádua Ribeiro e Humberto Gomes de Barros. Ambas as vagas pertencem ao quinto constitucional destinado à Ordem dos Advogados do Brasil.

Revista Consultor Jurídico, 28 de agosto de 2008, 14h15

Comentários de leitores

2 comentários

Felicidade ao velho Ministro no seu trabalho na...

Rubão o semeador de Justiça (Advogado Autônomo)

Felicidade ao velho Ministro no seu trabalho na Advocacia...

Felicidade ao novo Ministro no seu trabalho no STJ

Luiz Guilherme Marques (Juiz Estadual de 1ª. Instância)

Felicidade ao novo Ministro no seu trabalho no STJ

Comentários encerrados em 05/09/2008.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.