Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Triângulo no Ponto

Eros Grau relança livro de romance na segunda, em São Paulo

O ministro Eros Grau, do Supremo Tribunal Federal, relançará o seu picante romance Triângulo no Ponto, na próxima segunda-feira (25/8), em São Paulo. A noite de autógrafos acontece no Terraço da Faap (Fundação Armando Álvares Penteado), a partir das 19h30. A faculdade fica na Rua Alagoas, 903, Pacaembu.

O livro é um romance erótico, cuja trama é equilibrada em três vértices. Rogério, Xavier e Costa são homens com visões diferentes do mundo. Narrador destas biografias que vão se entrecortando ao longo do romance, Rogério é um intelectual boêmio e idealista. Ambientado nos anos 1960, no auge da ditadura militar, o livro de Eros Grau percorre 20 anos da história de um país que passava por profundas transformações sociais, políticas e econômicas em meio à repressão da liberdade individual e à tortura.

Eros Grau é formado em Direito pela Universidade Mackenzie e doutor em Direito pela USP. Exerceu a advocacia até 2004, quando foi escolhido para assumir uma cadeira no Supremo Tribunal Federal. Triângulo no Ponto é seu primeiro romance, mas o ministro é autor também de livros jurídicos como “A Constituinte e a Constituição que teremos” e “Ensaio e discurso sobre a interpretação/aplicação do Direito”.

Revista Consultor Jurídico, 23 de agosto de 2008, 0h00

Comentários de leitores

5 comentários

Não li e nem vou ler, pode relançar no rio Tiet...

hbonfim (Técnico de Informática)

Não li e nem vou ler, pode relançar no rio Tietê, dá vontade de vomitar. eleera advogado e foi direto para o STF? Que salto. Explica muita coisa.

Um livro impagável à revelia da mídia foi lança...

Chiquinho (Estudante de Direito)

Um livro impagável à revelia da mídia foi lançado em 2007: ADEUS PENDERAMA e outros escritos, do mais digno e escorreito jurista brasileiro: Dr. José Paulo Cavalcanti Filho. Divididos os textos por temas, onde a frágil condição humana o autor disseca com esmero espirituoso, o livro alcança seu vértice em Companheiro Fidel, Adeus; e PENDERAMA: ambos publicados no Jornal do Commercio. O primeiro fala da conversão de um revolucionário romântico num sanguinolento carniceiro; e o segundo, na busca de um filho já barbado e avô! por sua infância vivida e rediviva com o pai amado, mas só encontrando pedaços dela, onde o genitor está sempre presente com suas equanimidades jamais esquecidas e apagadas na memória do filho ilustre. Do livro ao jurista, apenas lamentar uma injustiça: A não indicação do autor ao STF até hoje pelo presidente LULA! Cícero Tavares de melo (chiquinhoolem@yahoo.com.br

Nossa, repugnante... Da vontade vomitar.

Gabriel (Estudante de Direito)

Nossa, repugnante... Da vontade vomitar.

Ver todos comentários

Comentários encerrados em 31/08/2008.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.