Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Luto na magistratura

Morre primeira mulher a ocupar cargo de ministra no TST

A ministra aposentada Cnéa Cimini Moreira de Oliveira, primeira mulher no Brasil e segunda no mundo a ocupar o cargo de ministra em tribunal superior, morreu nesta terça-feira (22/4), no Rio de Janeiro. Ela foi nomeada em 1990 para ocupar vaga destinada a membros do Ministério Público e atuou no TST durante dez anos. Na corte trabalhista, Cnea foi substituída pelo ministro Ives Gandra Martins Filho.

A ministra defendia a maior participação da mulher na magistratura brasileira e acreditava que o Brasil já estava evoluído o bastante para tornar a presença da mulher permanentemente em todo o mercado de trabalho.

O ministro Ives Gandra Martins Filho lembrou o papel pioneiro da colega de Ministério Público. Milton de Moura França, vice-presidente do TST, juntou-se com os demais ministros às manifestações de pesar, que serão encaminhadas à família da ministra.

O sepultamento será nesta quarta-feira (23/4), no Cemitério São João Batista (Rua Domingos Ferreira, 33 Apt. 403, Copacabana, Rio de Janeiro). A família ainda não informou o horário do sepultamento.

Revista Consultor Jurídico, 23 de abril de 2008, 17h45

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 01/05/2008.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.