Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Advogados reunidos

Evento comemora 80 anos da União Internacional dos Advogados

Pelo menos 60 advogados brasileiros participam do 51º Congresso da União Internacional dos Advogados (UIA), que acontece até o dia 4 de novembro, em Paris, na França. No evento, são comemorados os 80 anos da UIA e os participantes discutem os Direitos Humanos.

Um dos debates é sobre direitos das mulheres, dividido em três mesas redondas e que abordam a igualdade entre homens e mulheres, os obstáculos econômicos que elas enfrentam, a ações afirmativas existentes pelo mundo e como está o acesso ao poder pela mulher.

Outro tema será a governança corporativa, conjunto de normas fundamentais para que empresas se tornem mais competitivas no contexto global e a economia dos países cresça também com mais competitividade. Também serão discutidos os processos criminais no mundo.

O atual presidente da instituição, o advogado brasileiro Paulo Lins e Silva faz um balanço sobre os avanços na sua gestão à frente da instituição em prol dos Direitos Humanos. A UIA atuou no caso da liberação de um grupo de cinco enfermeiras búlgaras e um médico que estavam presos na Líbia há oito anos sob acusação de teriam contaminado mais de 400 crianças com o vírus HIV.

Lins e Silva fala, ainda, sobre casos de advogados presos de forma arbitrária em países como o Congo e a Tunísia, além de sua participação na campanha "Liberdade para os Cinco", como ficou conhecido o movimento em prol da liberdade para os cubanos presos pelos Estados Unidos, desde o dia 12 de setembro de 1998.

Segundo o presidente da UIA, existia denúncia de que os cubanos estavam tendo seus direitos desrespeitados pelas prisões e pelo Poder Judiciário norte-americano, em um julgamento tipicamente político.

Além de representantes brasileiros, participam do Congresso mais de 100 presidentes de ordens de advogados de todo o mundo. A abertura do encontro, nessa quarta-feira (31/10), contou com a presença do presidente da França, Nicolas Sarkozy, que ganhou de Lins e Silva uma camisa da seleção brasileira de futebol.

Revista Consultor Jurídico, 2 de novembro de 2007, 0h00

Comentários de leitores

2 comentários

Digo, NÓS

Dijalma Lacerda (Advogado Sócio de Escritório - Civil)

Digo, NÓS

PARABÉNS PAULO LINS E SILVA, NÓS NÃO ESQU...

Dijalma Lacerda (Advogado Sócio de Escritório - Civil)

PARABÉNS PAULO LINS E SILVA, NÓS NÃO ESQUECEMOS VOCÊ. ALIÁS, NEM HAVERIA COMO, FACE SUAS REALIZAÇÕES. PARABÉNS MESMO !!!! PARABÉNS À UNIÃO INTERNACIONAL DOS ADVOGADOS PELOS SEUS OITENTA (80) ANOS !!! E NOS CONTINUAMOS AQUI, APESAR DA TORCIDA CONTRÁRIA. RS....

Comentários encerrados em 10/11/2007.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.