Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Fase nova

Novos procuradores da PGFN tomam posse e são homenageados

Além de atuar na cobrança tributária, os novos procuradores da Fazenda também deverão focar na prestação e promoção da Justiça Social. O recado foi dado pelo procurador-geral da Fazenda Nacional, Luís Inácio Lucena Adams, na posse de, aproximadamente, 200 aprovados no último concurso público.

Luís Adams homenageou os procuradores e ressaltou o trabalho da Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional (PGFN), que se esforçou para ampliar o quadro e a eficiência do trabalho desenvolvido. “A presença de vocês contribuirá para tornar a instituição mais moderna e eficiente”, afirmou.

Para o advogado-geral da União, ministro José Antônio Dias Toffoli, a Constituição Federal estabelece que a Advocacia-Geral da União (AGU) é um órgão essencial à Justiça e a PGFN se inclui neste contexto. “Apesar da AGU prestar consultoria exclusiva ao Poder Executivo e defender judicialmente e extrajudicialmente a União, é um órgão de Estado que tem de exercer a responsabilidade social”, afirmou o ministro. Segundo ele, os procuradores encontrarão dificuldades no dia-a-dia, mas terão a oportunidade de participar do crescimento do país.

A Procuradoria convocou 269 candidatos aprovados, mas nem todos foram empossados. Eles terão até o dia 14 deste mês para tomar posse no cargo de procurador da Fazenda.

Revista Consultor Jurídico, 9 de maio de 2007, 11h58

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 17/05/2007.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.