Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Greve na Justiça

Prazos serão ampliados por causa de greve na Justiça de Rondônia

O presidente em exercício do Tribunal de Justiça de Rondônia, desembargador Péricles Moreira Chagas, afirmou que advogados não serão prejudicados pela greve de servidores, que durou mais de uma semana. A garantia foi dada em reunião com o presidente da OAB de Rondônia, Hélio Vieira da Costa, e o advogado Odair Martini.

Os representantes da OAB-RO se reuniram com o desembargador, na manhã desta quarta-feira (13/6), para pedir ao Poder Judiciário estadual as prorrogações de prazos processuais em virtude da paralisação dos servidores.

Durante a reunião, o desembargador disse que há uma recomendação da Corregedoria-Geral do TJ para que os advogados que tenham tido prejuízos com prazos, solicitem junto ao escrivão cartorário, uma certidão de justificação em circunstância da paralisação, e a encaminhe ao juiz. Este, por sua vez, irá decidir sobre a devolução de prazos em cada caso, afirmou.

Revista Consultor Jurídico, 14 de junho de 2007, 16h21

Comentários de leitores

1 comentário

Nada mais justo! O mesmo fato ocorreu há algum ...

Paulo Jorge Andrade Trinchão (Advogado Autônomo)

Nada mais justo! O mesmo fato ocorreu há algum tempo aqui no TJSP, à evidência, data venia, que eventual movimento "paradista" não tem o condão de prejudicar os prazos processuais, e, por questão da mais indelével justiça, deverão sim, serem na íntegra devidamente restituídos aos colegas rondonienses. É, revive-se, nesse desiderato, o velho adágio de que sobra sempre para o advogado, o verdadeiro escravo do processo. Tal lá, como aqui, convivemos com as mesmas dificuldades. O jeito é sempre orarmos para Santo Ivo, para que possamos, no mínimo, tolerar a desgastante atividade causídica.

Comentários encerrados em 22/06/2007.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.