Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Briga interna

OAB do Rio diz que movimento Cansei é golpismo paulista

“O Cansei é um movimento de fundo golpista, estreito e que só conta com a participação de setores e personalidades das classes sociais mais abastadas do estado de São Paulo”.

A afirmação é presidente da OAB do Rio de Janeiro, Wadih Damous, que declarou não considerar o Movimento Cívico pelo Direito dos Brasileiros, vulgo Cansei, como de caráter nacional. “Tanto no ponto de vista das Seccionais da OAB quanto do ponto de vista das demais entidades que estão participando. É, na verdade, um movimento estritamente paulista”, diz o presidente da entidade fluminense.

O movimento tem a assinatura da OAB paulista, mas é articulado pelo apresentador João Dória Júnior, conhecido pelas boas relações com o PIB nacional, Sérgio Gordilho, presidente da agência África, e representantes da Fiesp, poderosa entidade dos barões da indústria paulista. Segundo a entidade, a intenção do grupo é “sensibilizar” os brasileiros a pararem durante um minuto, às 13 horas do dia 17 de agosto, quando o acidente com o avião da TAM completará 30 dias.

O movimento se diz apartidário. Mas, o governo não tem a mesma interpretação. O Palácio do Planalto, que conta com o apoio irrestrito dos movimentos sociais com MST e UNE, já prepara uma reação.

A OAB do Rio diz que também cobra das autoridades investigações sobre o acidente. “No entanto, não aceita que essa tragédia seja utilizada de forma golpista das classes mais abastardas de São Paulo. A OAB do Rio de Janeiro cobra a regularização dos serviços do sistema aéreo brasileiro”, diz Damous.

Segundo a secional, uma das soluções para o problema aéreo é a instalação de Juizados Especiais nos aeroportos. A idéia foi aceita pelo presidente da OAB, Cezar Britto.

“É importante ressaltar em relação a esse movimento paulista que até mesmo setores conservadores, esclarecidos, têm criticado a forma como essa tragédia da TAM vem sendo instrumentalizada por determinados setores. A OAB do Rio de Janeiro lembra que, em determinados momentos da vida nacional, a extrema direita já se assanhou, como agora está se assanhando novamente, e que isso não fez bem ao país”, completa o comunicado.

Segundo Luiz Flávio Borges D’Urso, presidente da OAB-SP, “não se trata de um ato político, mas de uma manifestação cívica de cidadania e de amor ao Brasil”.

O ex-governador de São Paulo Cláudio Lembo (DEM) afirmou ironicamente que a iniciativa é liderada “por um segmento da elite branca. Deve ter começado em Campos do Jordão”.

Texto alterado em 01/08/2007, para correção de informações.

Revista Consultor Jurídico, 31 de julho de 2007, 16h41

Comentários de leitores

91 comentários

Colegas, Na verdade o CANSEI já nasceu CANSADO...

clodoaldo (Advogado Sócio de Escritório)

Colegas, Na verdade o CANSEI já nasceu CANSADO.Manifestei nesta tribuna em artigo publicado recentemente, meu repúdio ao oportunismo de nossa OAB.SP, oportunismo que ficou pior que o soneto, a Praça da Sé que o diga. Nosso direito de crítica é sagrado, temos duas orelhas com função auditiva, servem para aplausos e vaias, as duas, ainda que nosso OTORRINO MAIOR de plantão permaneça ausente e isolado na surda Brasília. Lamento posicionamentos bairristas que não levam a nada e a OAB enquanto instituição séria, não pode prestar-se a vassalagem pueril e a movimentos claramente partidários. Clodoaldo PACCE FILHO OABSP - LIVRE SEM CABRESTO

Não sou da dita classe abastada e aprovo o Cans...

Bira (Industrial)

Não sou da dita classe abastada e aprovo o Cansei. Quem em sã consciência é a favor de criar mais estados falidos, deixar ongs picaretas fazerem a farra com erário e permitir a cpmf atuando sobre pagamento de impostos, saude, comida e educação. Flagrante parcialidade. Cansei em voces !.

Meu caro Richard Smith Concordo que há uma esp...

Fernando (Professor Universitário)

Meu caro Richard Smith Concordo que há uma espécie de "teoria da conspiração" de alguns setores da mídia claramente vinculados ao governo, ao rotular como Golpe uma manifestação social. Pois o 'Fora FHC' também foi bradado à época que a situação era oposição.E percebo que esse dualismo maniqueista, próximo do senso comum, é o que move a mídia tanto a governista quanto a oposicionista. Por isso rechaço termos como "Petralha", ou "Tucanalha", pois são carregados de um sentido pejorativo que inviabiliza uma discussão aprofundada. Sem debates ao menos por hoje. Vamos nos concentrar no que nos irmana. A liderança do São paulo no brasileirão. Saudações tricolores.

Ver todos comentários

Comentários encerrados em 08/08/2007.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.