Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Acidente da TAM

Polícia vai investigar vazamento de fotos do acidente da TAM

Fotos supostamente tiradas dos corpos carbonizados no acidente com o Airbus da TAM, dia 17 de julho, foram divulgadas por e-mail para diversas pessoas. Agora, a Polícia vai tentar descobrir quem foram os responsáveis pela divulgação das fotos.

A Delegacia de Crimes Eletrônicos do Departamento de Investigação sobre o Crime Organizado (Deic) pediu à Justiça a quebra de sigilo de correio eletrônico de provedores de internet.

Quem pediu a instauração de inquérito policial foi o Conselho Estadual dos Direitos da Pessoa Humana (Condepe). No requerimento encaminhado no dia 31 de julho ao delegado-geral de polícia, Mário Jordão Toledo Leme, o Condepe pede "a investigação da origem das fotografias; a identificação dos responsáveis pelas fotos e também pela veiculação na internet".

"As fotografias, da forma que estão sendo veiculadas na rede mundial de computadores, geram grave desrespeito à memória das vítimas do terrível acidente e aos seus familiares, que estão de luto diante da tragédia, sendo necessária uma pronta e imediata investigação com relação aos responsáveis pelas fotos, assim como pela ampla e irresponsável veiculação das mesmas", cita o documento encaminhado à Polícia Civil de São Paulo.

Quase 200 pessoas morreram no acidente com o Airbus da TAM, que explodiu depois de pousar e colidir com um prédio da empresa.

Revista Consultor Jurídico, 2 de agosto de 2007, 19h09

Comentários de leitores

11 comentários

É a antiga técnica de desviar a atenção do foco...

moreti (Médico)

É a antiga técnica de desviar a atenção do foco principal,ou seja,as causas que levaram ao terrível acidente.Evidentemente,a divulgação das fotos é um tremendo desrespeito áqueles que perderam a vida e aos seus familiares,mas importa muito punir quem merece e evitar novas tragédias semelhantes.

Desculpem, foi involuntário o excesso de repeti...

Zé Mário (Advogado Autônomo - Administrativa)

Desculpem, foi involuntário o excesso de repetição.

Questionável este posicionamento da P civíl. Es...

Zé Mário (Advogado Autônomo - Administrativa)

Questionável este posicionamento da P civíl. Estão preocupados com o respeito às vítimas e aos familiares dando mais enfase a este fato, do que o devido respeito quando estes estavam vivos. Vários acidentes ocorreram antes da tragédia maior e nada foi feito para que se evitasse. Cade o respeito. Alguma autoridade foi presa? Agora querem gastar recursos públicos pela veiculação de fotos de um fato que atinge a população?? Querem esconder algo? Claro que o respeito sempre tem que perdurar, mas, não vamos pela hipocrisia de somente exigir o respeito quando a morte aparece!!!

Ver todos comentários

Comentários encerrados em 10/08/2007.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.