Consultor Jurídico

Notícias

Medida judicial

Duda Mendonça entra com ação contra Veja nos próximos dias

Ainda não há provas de que essas duas contas realmente existam. No entanto, dois indícios sugerem que o patrimônio de Duda no exterior só começou a ser desvendado. Quando informou ao Ministério Público brasileiro que há indícios de outras contas de Duda fora do Brasil, o promotor de Nova York, Adam Kaufmann, mencionou também as ilhas das Bahamas, e não apenas o estado da Flórida. Além disso, o próprio advogado de Duda, Tales Castelo Branco, admitiu que novas contas do publicitário podem aparecer. VEJA forneceu a ele os números das duas em posse do Ministério Público. Sua resposta: "Se há outras contas de Duda no exterior, elas decorrem de procedimentos administrativos dos bancos. Podem ter sido abertas para facilitar a circulação do dinheiro, mas sem que meu cliente soubesse". A multiplicidade de contas secretas tem uma razão de ser. Não é só no Brasil que Duda causou furor com serviços que mesclam publicidade e desvio de dinheiro. Ele fez sete campanhas eleitorais na Argentina, todas de candidatos peronistas ligados ao ex-presidente Carlos Menem. Também recebeu um bom bocado para inflar a popularidade do governador da província de Córdoba, José Manuel de la Sota, e do próprio presidente Menem, em 1999. Alguns desses serviços, investigados por promotores argentinos, causavam espécie não só por seus valores mirabolantes como também pela, digamos, falta de criatividade de Duda. Num deles, o gênio baiano simplesmente reaproveitou o slogan "Foi Maluf que fez", usado na campanha do ex-prefeito paulistano em 1998. Mandou ver um "Menem lo hizo", e estamos conversados.

Em 1999, Duda comandou a fracassada campanha eleitoral do então candidato peronista à Presidência Eduardo Duhalde – que viria a ocupar a Casa Rosada em 2002, em meio à conturbada crise política que se seguiu à desvalorização do peso. Muito mistério ainda cerca o valor pago a Duda pelo grupo de Duhalde. À época, dirigentes peronistas mencionaram a cifra de 15 milhões de dólares. Mas Duda só declarou 2 milhões de dólares. Os argentinos mentiram ou a diferença de 13 milhões de dólares foi depositada em algum lugar misterioso – paraísos fiscais, talvez?

NO MUNDO DE DUDA, AS CONTAS NUNCA FECHAM

— Em 2002, o PT declarou à Justiça Eleitoral ter gasto, ao todo, 21 milhões de reais na campanha presidencial

— Duda Mendonça disse à CPI dos Correios que só o contrato firmado entre o PT e sua empresa era de 25 milhões de reais

— O valor declarado pelo partido à Justiça, como pagamento a Duda, foi de apenas 13,5 milhões de reais

— Restava uma dívida de 11,5 milhões de reais

— Mas a CPI já rastreou 15,7 milhões de reais pagos pelo PT ao publicitário, via caixa dois

— Sobre a diferença de 4,2 milhões de reais, o marqueteiro alega ter feito um novo contrato com o PT

— Por esse contrato, Duda receberia 7 milhões de reais ao longo de 2003, ano em que não houve eleições

— Faltariam 2,8 milhões de reais a ser pagos ao marqueteiro

— Duda, porém, disse em depoimento à Polícia Federal que "não se recorda se, no fim do ano de 2003, todos os débitos foram quitados"

CONCLUSÃO

Duda diz uma coisa e o PT, outra. Não se trata de mera confusão. Tanto o partido quanto o publicitário apresentaram declarações falsas à Justiça Eleitoral e à Receita Federal. A suspeita da CPI é que as dívidas do PT com Duda foram pagas por meio de contratos do governo federal com a agência do publicitário

UM MISTÉRIO PUBLICITÁRIO

— Segundo a CPI dos Correios, entre 2000 e 2005 a Duda Mendonça & Associados recebeu 646 milhões de reais

— A justificativa apresentada à CPI pelo publicitário para tamanha movimentação financeira é que 85% desse valor – 549 milhões de reais – se refere a "repasses para fornecedores de serviços"

— Ficariam com a agência somente 97 milhões de reais

— A CPI dos Correios descobriu que apenas 377 milhões de reais foram repassados e vários beneficiários não foram identificados

— Sobraram 269 milhões de reais para a agência

CONCLUSÃO

Ou Duda deixou de pagar 172 milhões de reais a seus fornecedores ou a versão do publicitário é fajuta. Como boa parte do faturamento da agência vem de contratos com o governo federal – de 2003, início da administração Lula, até 2005 os cofres públicos repassaram 277 milhões de reais –, a CPI suspeita que a empresa repassou parte do dinheiro para o caixa dois do PT.

Revista Consultor Jurídico, 16 de janeiro de 2006, 16h42

Comentários de leitores

12 comentários

É preciso lembrar que a revista "VEJA"(o Grupo ...

Galvão (Outros)

É preciso lembrar que a revista "VEJA"(o Grupo Abril)é hoje o braço da Organização Cisneros da Venezuela no Brasil. Para quem não sabe, o Gustavo Cisneros é o todo poderoso dono da maior holding de comunicação da América Latina, dono da AOL, Venevisión, Univisión e grande opositor de Chaves na Venezuela. E com certeza o projeto é derrubar o Lula aqui, para facilitar a derrubada do Chaves lá.

Esse Duda Mendonça........eu não sei como ele t...

Lu2007 (Advogado Autônomo)

Esse Duda Mendonça........eu não sei como ele tem coragem de levantar todo dia e se olhar no espelho. Além de assassino de animais, dá carteirada sem o mínimo constrangimento ( vc sabe com quem está falando?) e agora vai processar a Veja pq a revista esta noticiando as coisas que este Sr. Duda anda fazendo neste governo mais do que corrupto. Eu tô cheia de tanta corrupção, de tanta gente se dando bem às custas dos nossos impostos...eu tô realmente querendo ver punição para estes indivíduos. Ah!!! E ainda tem que ocntar com o STF......que este Tribunal também anda num estado lamentável.....!!!É inacreditável!!!! Este bando do PT não convive harmoniosamente com a Democracia. Quando era oposição as noticias eram bem-vindas. Agora que a noticia é sobre eles , ela não é mais bem-vinda. Santa Paciência!!!!

Coitado do Brasil, quinhentos anos e cada vez m...

Hilda Leal (Funcionário público)

Coitado do Brasil, quinhentos anos e cada vez mais explorado. Primeiro os índios e as riquezas naturais, agora o povão, cada dia mais ignorante e sem futuro. Ah! Esse DUDA é um Mend ONÇA!DEUS NOS ACUDA!!!!

Ver todos comentários

Comentários encerrados em 24/01/2006.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.