Consultor Jurídico

Notícias

Medida judicial

Duda Mendonça entra com ação contra Veja nos próximos dias

Sem pudores para receber dinheiro de onde ou de quem quer que seja em suas campanhas, Duda passou a ser tratado como mago eleitoral. O publicitário já era um homem rico na época em que começou a trabalhar para o PT. Em 2002, quando fez a campanha de Lula e de outros quatro candidatos petistas, sua fortuna pessoal era de 6,8 milhões de reais. Com o novo governo, seu patrimônio declarado deu um salto espantoso. Dono de quatro empresas, quatro fazendas, quatro terrenos, obras de arte, jóias, três carros (um deles blindado), uma lancha, 8.119 cabeças de gado, dezessete jumentos, um trator e 5 milhões de reais aplicados no banco, seu patrimônio pessoal dobrou, atingindo 13 milhões de reais no fim de 2004. Mágica? Não. A empresa de Duda ganhou três contas importantes e milionárias no governo – Petrobras, Ministério da Saúde e Presidência da República. Para a Duda Mendonça & Associados, a principal empresa do publicitário, o governo petista foi muito bom. Seu faturamento aumentou de 4,7 milhões de reais em 2002 para 43,3 milhões em 2004 – um crescimento de 820%, que multiplicou os lucros do marqueteiro e, por conseqüência, seu patrimônio pessoal. Deve-se ressaltar que nessa fortuna não estão incluídos os milhões que Duda recebeu no exterior, o que permite concluir que seu patrimônio é infinitamente maior.

Nos últimos três anos, Duda conquistou a simpatia e a amizade dos dirigentes petistas e do próprio presidente Lula. Sua influência no governo era tão grande que chegava a incomodar alguns e causava inveja a outros. Foi dele a idéia do Fome Zero, que acabou se tornando um caso clássico da influência do marketing no governo. Primeiro foi criado um bordão. Depois, o programa. Como ninguém se encarregou de pensar no conteúdo, o Fome Zero morreu de inanição. Nomes de outros programas de destaque do governo, como Brasil Alfabetizado, Brasil Sorridente e Bolsa Família, também foram idealizados pelo marqueteiro. Duda virou uma espécie de conselheiro do presidente, com quem se reunia uma vez por mês para dar palpites que iam desde temas para discurso até sugestões para atuar diante de crises. Sua casa de praia, na Península de Maraú, na Bahia, era um local tradicional de descanso para estrelas petistas, como Antonio Palocci, Luiz Gushiken e José Dirceu. Os principais discursos e todas as falas em rede de rádio e TV do presidente eram supervisionados por Duda, que também o convenceu a criar seu próprio programa de rádio, o Café com o Presidente. Duda tinha linha direta com Lula e estava a seu lado nos momentos de crise. Mas isso é coisa do passado – e provavelmente Lula, se perguntado, dirá que não sabia de nada dos esquemas de seu antigo amigão. É o que ele sempre diz, não?

Hoje, os petistas tentam manter uma distância asséptica de Duda Mendonça. São fortes os indícios de que o pacote eleitoral criminoso desenvolvido pelo mago-marqueteiro foi usado na campanha do presidente Lula, em 2002. O próprio Duda confessou que recebeu 10,5 milhões de reais numa conta clandestina no exterior. As investigações da CPI demonstram que o publicitário Marcos Valério, que pagou a Duda seguindo ordens do ex-tesoureiro Delúbio Soares, recebeu uma montanha de dinheiro de algumas empresas por supostos serviços até hoje não comprovados. Esse dinheiro, além de pagar ao marqueteiro de Lula, foi usado para bancar despesas dos deputados envolvidos no chamado mensalão. Também é substancioso o indício de que Duda foi agraciado com as três contas milionárias no governo federal, de acordo com a cláusula de sucesso que ele propunha a seus clientes. A conta da Presidência da República, segundo o Tribunal de Contas da União, foi superfaturada em até 200% – também seguindo a mesma lógica narrada pelo publicitário. A quebra do sigilo bancário das empresas de Duda revelou um enorme e estranho ingresso de dinheiro, superior a 700 milhões de reais nos últimos cinco anos, com muitos pagamentos sem identificação. Já se sabe que uma das contas de Duda no exterior, a Düsseldorf, recebeu recursos de diversas fontes e, depois, o dinheiro migrou para paraísos fiscais, como Suíça e Bahamas. Se esse dinheiro retornou para os petistas, como se suspeita, a alquimia do mago estaria completada. O nome disso é lavagem de dinheiro. Duda lavaria, portanto, mais branco. Eis aí um bom slogan para ele.

As outras contas

O Ministério Público Federal investiga a existência de mais duas contas do publicitário Duda Mendonça no exterior. Dessa vez, em paraísos fiscais do Caribe. A primeira estaria na agência do Guaranty Trust Bank Limited em Nassau, capital das Bahamas. A segunda, no JPMorgan Chase das Ihas Cayman. Em 2004, o saldo da primeira teria atingido 1,5 milhão de dólares. O da segunda, 4,7 milhões de euros. Essas informações – e os respectivos números das duas contas – não vieram do Brasil. Foram levantadas na Argentina, onde Duda comandou sete campanhas eleitorais e acumulou inimigos.

Revista Consultor Jurídico, 16 de janeiro de 2006, 16h42

Comentários de leitores

12 comentários

É preciso lembrar que a revista "VEJA"(o Grupo ...

Galvão (Outros)

É preciso lembrar que a revista "VEJA"(o Grupo Abril)é hoje o braço da Organização Cisneros da Venezuela no Brasil. Para quem não sabe, o Gustavo Cisneros é o todo poderoso dono da maior holding de comunicação da América Latina, dono da AOL, Venevisión, Univisión e grande opositor de Chaves na Venezuela. E com certeza o projeto é derrubar o Lula aqui, para facilitar a derrubada do Chaves lá.

Esse Duda Mendonça........eu não sei como ele t...

Lu2007 (Advogado Autônomo)

Esse Duda Mendonça........eu não sei como ele tem coragem de levantar todo dia e se olhar no espelho. Além de assassino de animais, dá carteirada sem o mínimo constrangimento ( vc sabe com quem está falando?) e agora vai processar a Veja pq a revista esta noticiando as coisas que este Sr. Duda anda fazendo neste governo mais do que corrupto. Eu tô cheia de tanta corrupção, de tanta gente se dando bem às custas dos nossos impostos...eu tô realmente querendo ver punição para estes indivíduos. Ah!!! E ainda tem que ocntar com o STF......que este Tribunal também anda num estado lamentável.....!!!É inacreditável!!!! Este bando do PT não convive harmoniosamente com a Democracia. Quando era oposição as noticias eram bem-vindas. Agora que a noticia é sobre eles , ela não é mais bem-vinda. Santa Paciência!!!!

Coitado do Brasil, quinhentos anos e cada vez m...

Hilda Leal (Funcionário público)

Coitado do Brasil, quinhentos anos e cada vez mais explorado. Primeiro os índios e as riquezas naturais, agora o povão, cada dia mais ignorante e sem futuro. Ah! Esse DUDA é um Mend ONÇA!DEUS NOS ACUDA!!!!

Ver todos comentários

Comentários encerrados em 24/01/2006.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.