Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Participação feminina

Dados da OAB mostram que 42% de advogados são mulheres no Brasil

Com a aproximação do Dia Internacional da Mulher (dia 8 de março), dados do Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil dão conta de que, hoje, existem 412.235 advogados profissionais na ativa no Brasil. Desse total, 42% são mulheres, sendo a maioria empregadas de escritórios distribuídos pela Região Sudeste.

O aumento do número de mulheres trabalhando na advocacia pode ser percebido principalmente entre os recém formados na área e jovens profissionais. Em São Paulo, por exemplo - Estado que detém o maior número de profissionais dessa área no País -, existem 160.514 advogados, sendo 91.083 do sexo masculino e 69.431 do sexo feminino.

Se nesta estatística da totalidade dos profissionais paulistas os homens ainda são maioria, na faixa etária dos 21 aos 35 anos as mulheres já são em maior quantidade, um indicativo de que a presença feminina no futuro desta profissão deve ser ainda maior. Nesta faixa etária, existem hoje 38.352 advogadas trabalhando nos escritórios e nos fóruns paulistas, contra 32.586 advogados em São Paulo. A partir dos 36 anos de idade os homens voltam a liderar em quantidade de profissionais no mercado.

Na opinião do presidente nacional da OAB, Roberto Busato, a participação da mulher tem sido importante em todos os campos de atuação e elas estão aptas a desenvolver qualquer tipo de atividade profissional. Na advocacia, ainda segundo Busato, o trabalho da mulher ganha relevância em ações cuja sensibilidade é mais exigida, a exemplo de processos envolvendo a criança, o adolescente e a família.

"Foram conquistas adquiridas arduamente ao longo dos anos e galhardamente as mulheres vêm ganhando participação e destaque na advocacia e na vida profissional brasileira", afirmou Roberto Busato.

A presença feminina na advocacia é notada sobretudo na Região Sudeste, que responde por 125.286 do total de advogadas em atuação no Brasil. É a região que mais possui advogadas na ativa, com destaque para os Estados de São Paulo e Rio de Janeiro, este último com 39.276 profissionais do sexo feminino. Logo em seguida aparece a Região Sul, com um total de 28.919 advogadas na ativa. A região que menos possui profissionais mulheres desta área é o Norte, que conta com 5.378 advogadas.

O número de advogadas trabalhando segue o movimento escolhido pelos homens de se fixar mais nas capitais do que no interior do País. Hoje, a quantidade de mulheres que atuam nos escritórios e fóruns das grandes cidades ultrapassa o número de 100 mil. No interior do Brasil, existem pouco mais de 60 mil advogadas. Quanto aos homens, as grandes cidades foram escolhidas para ser o local de trabalho de quase 160 mil advogados. (OAB)

Revista Consultor Jurídico, 5 de março de 2004, 16h48

Comentários de leitores

1 comentário

É muito bom ver que as advogadas possuem tão re...

LUÍS  (Advogado Sócio de Escritório)

É muito bom ver que as advogadas possuem tão relevante papel em nossa profissão. Infelizmente, aqui no meu Estado, ainda não há (jamais houve) uma desembargadora no Tribunal de Justiça. Esperamos que a situação se altere em breve.

Comentários encerrados em 13/03/2004.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.