Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Nome impróprio

Corregedor proíbe que prédio tenha nome de presidente do TRT

O novo prédio do Tribunal Regional do Trabalho do Rio de Janeiro não poderá levar o nome do presidente Nelson Tomaz Braga. A proibição é da Corregedoria Geral da Justiça do Trabalho de Brasília.

O corregedor Rider de Brito considerou que a nomeação seria "promoção pessoal", o que fere o princípio da moralidade administrativa. O pedido de estudo do caso foi feito pelo presidente do sindicato dos advogados, Wadih Damous.

“Entendemos que dar o nome do atual presidente ao prédio não obedece às regras da lei e da constituição”, disse Damous. O novo endereço do TRT fica no centro da capital fluminense e abrigará 73 varas trabalhistas. (Globo Online)

Revista Consultor Jurídico, 22 de abril de 2004, 20h59

Comentários de leitores

4 comentários

"Vaidade de vaidades, diz o Pregador; vaidade d...

Rozemberg (Juiz Estadual de 1ª. Instância)

"Vaidade de vaidades, diz o Pregador; vaidade de vaidades, tudo é vaidade".

É fato que a vaidade é um dos fatores que vêm e...

garisio (Juiz Estadual de 2ª. Instância)

É fato que a vaidade é um dos fatores que vêm emperrando a Justiça.

Que mal há colocar nome de rua, prédio, praças ...

Andre Kalabian ()

Que mal há colocar nome de rua, prédio, praças com nomes tais como Elias Maluco, Fernandinho Beiramar, e outras grandes personalidades de nossa cultura brasileira. Afinal de contas esses personagens são os pop stars brasileiros, ocupando grande parte dos minutos das tvs que são caríssimos.

Ver todos comentários

Comentários encerrados em 30/04/2004.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.