Consultor Jurídico

Notícias

Paralisação na Justiça

Publique-se. Afixe-se. Cumpra-se.

S. J. do Rio Preto, 14 de maio de 2002 - Terça-feira.

HÉLIO GRASSELLI

Juiz Diretor do Fórum

1ª VARA DO TRABALHO DE SÚO JOSÉ DO RIO PRETO-SP

PORTARIA Nº 01/2002

O Doutor HÉLIO GRASSELLI, Juiz Titular da 1ª Vara do Trabalho de São José do Rio Preto-SP, no uso de suas atribuições legais e regimentais,

Considerando que, reunidos em Assembléia, os servidores desta Vara votaram pela continuidade da adesão ao Movimento Nacional de Paralisação dos Servidores Públicos Federais, iniciado no dia 06/05/2002, deixando de desempenhar suas atividades no tocante aos serviços e atendimento ao público, inclusive suporte para a realização de audiências;

Considerando ainda que, em razão disso, os senhores advogados e as partes não poderão ter acesso aos autos e à prestação dos serviços;

Considerando, finalmente, que a ausência de funcionários impossibilita a realização de audiências pelos Srs. Magistrados;

RESOLVE

Determinar a suspensão da contagem dos prazos processuais, os quais ficam prorrogados para o primeiro dia útil subsequente, bem como das audiências que seriam realizadas nesta data, sendo certo que as partes e os senhores advogados serão oportunamente notificados das respectivas redesignações.

Publique-se. Afixe-se. Cumpra-se.

S. J. do Rio Preto, 15 de maio de 2002 - Quarta-feira.

HÉLIO GRASSELLI

Juiz Titular

1ª VARA DO TRABALHO DE SÚO JOSÉ DO RIO PRETO-SP

PORTARIA Nº 02/2002

O Doutor HÉLIO GRASSELLI, Juiz Titular da 1ª Vara do Trabalho de Säo José do Rio Preto-SP, no uso de suas atribuições legais e regimentais,

Considerando que, reunidos em Assembléia, os servidores desta Vara votaram pela continuidade da adesão ao Movimento Nacional de Paralisação dos Servidores Públicos Federais, iniciado no dia 06/05/2002, deixando de desempenhar suas atividades no tocante aos serviços e atendimento ao público, inclusive suporte para a realização de audiências;

Considerando ainda que, em razão disso, os senhores advogados e as partes não poderão ter acesso aos autos e à prestação dos serviços;

Considerando, finalmente, que a ausência de funcionários impossibilita a realização de audiências pelos Srs. Magistrados;

RESOLVE:

Determinar a suspensão da contagem dos prazos processuais, os quais ficam prorrogados para o primeiro dia útil subsequente, bem como das audiências que seriam realizadas nesta data, sendo certo que as partes e os senhores advogados serão oportunamente notificados das respectivas redesignações.

Publique-se. Afixe-se. Cumpra-se.

S. J. do Rio Preto, 16 de maio de 2002 - Quinta-feira.

HÉLIO GRASSELLI

Juiz Titular

VARA DO TRABALHO DE MOGI GUAÇU - SP

PORTARIA Nº06/2002 DE 17 DE MAIO DE 2002.

A Dra. ANGELA MARIA BERMUDES, MM. JUÍZA DO TRABALHO SUBSTITUTA DA VARA DO TRABALHO DE MOGI GUAÇU, no uso de suas atribuições legais,

FAZ SABER que:

CONSIDERANDO que a grande parcela dos servidores públicos do Judiciário Federal, insatisfeita com a não reposição das perdas salarias e, buscando a aprovação do Plano de Cargos e Salários da categoria, mobilizou um movimento grevista que vem se alastrando pelo País;

CONSIDERANDO que, diante desta mobilização, a maioria dos funcionários desta Vara Trabalhista acabaram por aderir à greve, paralisando as suas atividades;

CONSIDERANDO que, sem a força de trabalho dos servidores responsáveis pelo desempenho das rotinas forenses, ficam prejudicados os serviços de atendimento ao público em geral, inclusive com restrições em realização de audiências;

DETERMINO a suspensão, nesta data, 17 de Maio de 2002, das audiências.

Os serviços de protocolo de petições e distribuições de ações permanecerão funcionando, bem como a publicação das sentenças pelo Enunciado 197, do C. TST.

As audiências serão redesignadas e as partes, posteriormente, intimadas.

A Juíza em exercício e a Diretora de Secretaria permanecerão a disposição para eventuais emergências, esclarecendo que o horário de plantão da Sra. Juíza do Trabalho será das 12:30 às 14:30 horas.

Esta Portaria entra em vigor nesta data.

Cumpra-se, Afixe-se, comunique-se à D. Corregedoria, e encaminhe-se cópia para publicação.

MOGI GUAÇU, 17 DE MAIO 2002

ANGELA MARIA BERMUDES

Juíza do trabalho Substituta

VARA DO TRABALHO DE MOGI GUAÇU - SP

PORTARIA Nº07/2002 DE 20 DE MAIO DE 2002.

A Dra. ANGELA MARIA BERMUDES, MM. JUÍZA DO TRABALHO SUBSTITUTA DA VARA DO TRABALHO DE MOGI GUAÇU, no uso de suas atribuições legais,

FAZ SABER que:

CONSIDERANDO que a grande parcela dos servidores públicos do Judiciário Federal, insatisfeita com a não reposição das perdas salarias e, buscando a aprovação do Plano de Cargos e Salários da categoria, mobilizou um movimento grevista que vem se alastrando pelo País;

Revista Consultor Jurídico, 24 de maio de 2002, 10h51

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 01/06/2002.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.