Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Livro narra crime no império

Romance pode se tornar referência para Direito Penal

Na próxima terça-feira, 3 de novembro, a Editora Record lança em São Paulo Fera de Macabu, livro escrito pelo jornalista Carlos Marchi, de amplo interesse para os criminalistas e estudantes de Direito. A sessão de autógrafos terá lugar no Ática Shopping Cultural, na av. Pedroso de Morais, 858, Pinheiros, a partir das 19h30.

Marchi fez nome em Brasília, como jornalista de política e, posteriormente, durante o governo José Sarney, como dirigente da Empresa Brasileira de Notícias (EBN).

Fera de Macabu é um relato sobre o enforcamento de um rico fazendeiro acusado de um homicídio múltiplo ocorrido em uma de suas fazendas. A acusação era uma conspiração armada por seus adversários políticos.

E, embora muitos indícios o fizessem um suspeito de peso, o fazendeiro era inocente. Enforcado em Macaé (RJ), tempos depois descobriu-se o verdadeiro mandante do crime. Penalizado com sua situação, o imperador Pedro II passou a comutar todas as condenações máximas até o fim de seu reinado.

O livro tem prefácio do advogado Evandro Lins e Silva e seguramente vai se tornar uma referência para o Direito Penal brasileiro, até porque traça um curioso painel da transição da legislação penal portuguesa para a primeira legislação penal genuinamente brasileira, o Código Criminal do Império.

A obra será lançada também em Brasília, no dia 11 de novembro, no restaurante Carpe Diem, na SCLS 104, Bloco D, Loja 1, a partir das 19h30. No Rio de Janeiro o lançamento está marcado para 18 de novembro, na Livraria do Museu, rua do Catete, 153, a partir das 19h30.

Revista Consultor Jurídico, 29 de outubro de 1998, 0h00

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 06/11/1998.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.