Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Saída coletiva

Publicadas no Diário Oficial exonerações de ministros do governo Dilma

A presidente Dilma Rousseff decidiu exonerar sua equipe ministerial e servidores de alto escalão. Os atos de exoneração estão publicados no Diário Oficial da União desta quinta-feira (12/5), data em que o Senado Federal admitiu o processo de impeachment da presidente e afastou do cargo temporariamente até o julgamento do mérito do processo. 

Todos os ministros foram exonerados, inclusive o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (Casa Civil), que teve sua nomeação suspensa por meio de uma liminar proferida pelo ministro Gilmar Mendes.

José Eduardo Cardozo, da Advocacia-Geral da União, e Eugênio Aragão, do Ministério da Justiça, também foram exonerados. O único nome mantido por Dilma com status de ministro é o do presidente do Banco Central, Alexandre Tombini.

Novos ministros
Para ser afastada do cargo, Dilma deverá ser notificada pelo primeiro-secretário da Mesa do Senado, Vicentinho Alves (PR-TO), o que deverá ocorrer nesta quinta-feira (12/5). Em seguida, o vice-presidente Michel Temer (PDMB) também será comunicado de que assumirá a presidência. 

Nessa quarta-feira (11/5), Temer já afirmou que deve empossar os novos ministros nesta quinta-feira, durante a tarde. De acordo com o jornal O Globo, Temer quer evitar um vácuo de poder e se apresentar à população brasileira com um discurso em que tentará passar um sinal de confiança ao mercado e aos assistidos pelos programas sociais.

Revista Consultor Jurídico, 12 de maio de 2016, 9h16

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 20/05/2016.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.