Consultor Jurídico

Direito na Europa

Por Aline Pinheiro

Blogs

Diferenças de gênero

Mulheres são maioria entre advogados na Escócia, mas ainda ganham menos

Tem mais mulheres trabalhando na advocacia na Escócia do que homens. A Ordem dos Advogados escocesa anunciou que, no final do ano passado, pela primeira vez, o número de advogadas ultrapassou o total de advogados. Dos 11 mil profissionais, pouco mais de 5,6 mil, ou 51%, são do sexo feminino.

A entidade, no entanto, divulgou um dado que mostra que ainda há muito o que se fazer no quesito igualdade de sexos. No topo da carreira, as mulheres ganham, em média, 40% a menos que os homens.  

Topo da página

Revista Consultor Jurídico, 11 de janeiro de 2016, 19h56

Comentários de leitores

3 comentários

Falta de identificação de autoria

Hélder Alves da Costa (Advogado Autônomo - Comercial)

Não se deve permitir a publicação de textos sem autoria definida.

Muito importante!

Leopoldo Luz (Advogado Autônomo - Civil)

E na Mongólia, qual é a situação?

Tendência mundial

Philosophiae Doctor (Outros)

Ao contrário do que preconizam as entidades de direitos humanos, é tendência mundial a mulher, sempre, ganhar salários, ordenados e retribuições pelo trabalho, inferior aos homens. A luta pela equivalência com o homem é constante.

Comentários encerrados em 19/01/2016.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.