Consultor Jurídico

Direito na Europa

Por Aline Pinheiro

Blogs

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Diferenças de gênero

Mulheres são maioria entre advogados na Escócia, mas ainda ganham menos

Tem mais mulheres trabalhando na advocacia na Escócia do que homens. A Ordem dos Advogados escocesa anunciou que, no final do ano passado, pela primeira vez, o número de advogadas ultrapassou o total de advogados. Dos 11 mil profissionais, pouco mais de 5,6 mil, ou 51%, são do sexo feminino.

A entidade, no entanto, divulgou um dado que mostra que ainda há muito o que se fazer no quesito igualdade de sexos. No topo da carreira, as mulheres ganham, em média, 40% a menos que os homens.  

Topo da página

Revista Consultor Jurídico, 11 de janeiro de 2016, 19h56

Comentários de leitores

3 comentários

Falta de identificação de autoria

Hélder Alves da Costa (Advogado Autônomo - Comercial)

Não se deve permitir a publicação de textos sem autoria definida.

Muito importante!

Leopoldo Luz (Advogado Autônomo - Civil)

E na Mongólia, qual é a situação?

Tendência mundial

Philosophiae Doctor (Outros)

Ao contrário do que preconizam as entidades de direitos humanos, é tendência mundial a mulher, sempre, ganhar salários, ordenados e retribuições pelo trabalho, inferior aos homens. A luta pela equivalência com o homem é constante.

Comentários encerrados em 19/01/2016.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.