Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Solicitação documentada

Leia pedido da OAB para afastar Eduardo Cunha da presidência da Câmara

Entregue nesta terça-feira (16/2) ao Conselho de Ética da Câmara dos Deputados pelo presidente do Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil, Claudio Lamachia, o pedido de afastamento de Eduardo Cunha da presidência da Casa ressalta que a decisão ocorreu por votação unânime dos representantes da advocacia.

“Como destacado nos debates realizados no seio da OAB, evidente é a gravidade dos fatos que chegaram ao conhecimento público e que vêm desgastando a imagem do referido parlamentar e a credibilidade institucional da Câmara dos Deputados, até mesmo por ser pouco recomendável que a tramitação de um processo dessa natureza, com acusações tão relevantes, ocorra em um órgão fracionário da instituição que permanece presidida pelo representado”, afirma o colegiado.

Clique aqui para ler o pedido.

Revista Consultor Jurídico, 16 de fevereiro de 2016, 15h55

Comentários de leitores

12 comentários

" Mas como NÃO HÁ - II ? "

serok (Prestador de Serviço)

Pergunto para o Sr. George Rumiatto Santos como cidadão comum, não como profissional Procurador Federal, se sente verdadeiramente diante dos fatos [ " Mas como NÃO HÁ - I ? " ]; pois como diz o velho ditado " Contra fatos não há argumentos " ?.
Outrossim, como Procurador da República, o Sr. com certeza deve conhecer a terminologia " Crime de Lesa-Pátria ", não?; onde então no contexto dos fatos se posiciona ou se posicionaria ?.

" Mas como NÃO HÁ - I ? "

serok (Prestador de Serviço)

Preclaro [ serás que o és mesmo ? ] Procurador Federal; pois Procurador deve o sê-lo. Esqueçamos o passado " Nefasto " e " Sombrio " [ o que de fato não o podermos, pois em nossas memórias ficará enquanto vivos estivermos e para a História da Nação, o nosso" BRASIL " , lá estarão escritos eternamente ], de " Terrorista " que era por opção própria, pois lutava por seus " ditos " ideais e não se encontrava no poder. Porém e sempre há e haverá um porém em nossas vidas; a vida segue dia após dia, e as coisa mudam; como se diz: " AS COISAS AGORA SÃO OUTRAS "; portanto não nos esqueçamos de todas as " mazelas " que tem tanto feito com o " ESTAR NO PODER "; quer como " Ministro de Estado de Minas e Energia " [ o principal, o " Caso Refinaria de Pasadena ", um prejuízo eterno e irreparável para a Nação, que carece de tantos bens para si, seu desenvolvimento, para ser uma das potencias do/no mundo, e para com seus habitantes, dos benefícios de que tanto precisam e pagam por táis, dia após dia em forma de tributos; quer na compra de algum bem ou quer no pagamento de seus encargos sociais " IRPF ", " ISS ", " ICMS ", " ETC... ", pois a lista é extensa, e o Sr. por certo deve conhece-lá ] e principalmente no cargo de " Presidente da República ", sobejamente conhecidos e noticiados; Presidente de uma Nação chamada Brasil, tanto minha, quanto sua e de tantos outros brasileiros, assim como de tantos outros, estrangeiros que por aqui aportaram/aportam e ajudaram/ajudam a construí-lo e seus familiares. Pergunto para o Sr. George Rumiatto Santos como cidadão comum, não como profissional Procurador Federal, se sente verdadeiramente diante dos fatos; pois como diz o velho ditado " Contra fatos não há argumentos "?.

ontém

afixa (Administrador)

o presidente do conselho de ética deu entrevista dizendo que pedia socorro a OAB. A OAB, não a procuradoria, ou aos comentarista do Conjur. Gostem vocês ou não.

Ver todos comentários

Comentários encerrados em 24/02/2016.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.