Consultor Jurídico

Notas Curtas

Por Leonardo Léllis

Blogs

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Dedos cruzados

OAB divulga resultado preliminar da 1ª fase do XXI Exame de Ordem

Foi divulgada nesta quinta-feira (8/12) o resultado preliminar da prova objetiva do XXI Exame de Ordem Unificado. O exame foi aplicado no dia 27 de novembro, e o prazo para recursos começa às 12h desta sexta-feira (9/12) e vai até as 12h da próxima segunda-feira (12/12), pelo horário de Brasília. O resultado definitivo da 1ª fase deve ser divulgado no dia 23 de dezembro. Quem for aprovado ou pediu para reaproveitar a primeira fase do XX Exame fará a prova prático-profissional em 22 de janeiro de 2017. Com informações da Assessoria de Imprensa da OAB.

Clique aqui para ver o resultado.

Topo da página

Revista Consultor Jurídico, 8 de dezembro de 2016, 20h47

Comentários de leitores

3 comentários

iludido Advogado autônomo

Iludido (Advogado Autônomo - Civil)

O exame da OAB parece mesmo necessário. Como não é possível para todos pelo menos para alguns. O mais interessante disso tudo e só não vê o cego que enxerga, é que a teoria hoje como nunca é diferente, mas muito diferente da prática. Isto, é que acaba desanimando o profissional. A lei é um cabresto que não serve em todos. Se não houver lei, o mundo vira canibalismo, como diz o filósofo, apesar de teórico. O fato é o ato. Daquele, decorre o intelectual da justiça a lei. O fato é prática pura. O ato, a teoria do fato. Os dois são adversários escudeiros. O Contrato Social informa o "dever de ser", e, não vai além da vontade viciada do homem acometida pelo pecado mortal na origem segundo os bíblicos. Dai, a escolha a que modo for. A tese não se sustenta ao homem até os 6 anos e que após convivendo com os demais 6, modifica-se a maioria para o pior o mal. A autorização para modificar o susceptível para o homem enquanto não chega certo, aqui tudo é provação na fruição do cosmo o universalismo. E, nestes fluídos recebidos, uns vieram para vencer e outros para esperar. É o fenômeno da escolha pelo próprio homem que ainda também será escolhido.

OAB, a senhora caça-níquel

MISTURA DE LORDE COM JAGUNÇO (Funcionário público)

Gostaria de saber para que serve esse inconstitucional e malévolo exame da OAB! Ele serve para peneirar candidatos, separando o joio do trigo a fim de que possam ser colocados no mercado de trabalho apenas os bons? Finjo que acredito nisso, hehehe!!
Cara, é um tremendo desrespeito principalmente àqueles que passaram cinco anos ou um pouquinho mais estudando, se esforçando, para no final depender de uma instituição caça-níquel, que se acha acima do bem e do mal, que nem se sabe direito sua natureza jurídica, que arrecada e fatura muito sem prestar contas a ninguém (TCU) e que ainda cobra o "dízimo" anual dos advogados!!! Ninguém ver essa palhaçada noutras importantes profissões, pois, se o cara for um mau advogado, naturalmente o mercado o eliminará!!!

Exame caça-níqueis da OAB 20 anos triturando sonhos

VASCO VASCONCELOS -ANALISTA,ESCRITOR E JURISTA (Administrador)

O Brasil precisa saber que não é da alçada da OAB e de nenhum sindicato avaliar ninguém. Isso é um abuso ; um assalto ao bolso. Criam-se dificuldades p/ colher facilidades. Vamos respeitar a Constituição que diz em seu art. 209 que compete ao poder público avaliar o ensino. Isso é papel do omisso MEC. Art. 5º inciso XIII, da CF “É livre o exercício de qualquer trabalho, ofício ou profissão, atendidas as qualificações profissionais que a lei estabelecer. E o que diz a lei sobre qualificações profissionais? O art. 29 § 1º do Código de Ética Disciplina da OAB (Das regras deontológicas fundamentais), diz: “Títulos ou qualificações profissionais são os relativos à profissão de advogado, conferidos por universidades ou instituições de ensino superior, reconhecidas. Esse dispositivo foi revogado sorrateiramente pelo novo Código de Ética da OAB. Mas a revogação tem efeito “ex-nunc”. Isso é Brasil 12 milhões de desempregados entre eles cerca de 130 mil escravos contemporâneos da OAB devidamente qualificados pelo omisso Estado (MEC), jogados ao banimento, sem direito ao primado do trabalho. A privação do emprego é um ataque frontal os direitos humanos: Assistir os desassistidos e integrar na sociedade os excluídos. Em 23.05.2016 o Deputado Rogério Rosso, do PSD/DF foi designado novo Relator dos Projetos de Leis nºs 2154/11, 5801/05, 7553/06, 2195/07, 2426/07 e 2154/11 apensados ao PL 5054/05, que tratam do fim do famigerado caça-níqueis exame da OAB. Há vinte e um anos OAB vem se aproveitando dos governos omissos,e covardes e corruptos para impor o seu concupiscente caça níqueis exame da OAB. Abocanhou cerca de quase 1.0 Bilhão de reais, sem nenhum retorno social e sem prestar contas ao TCU. Já não escravos. Mas irmãos. Papa Francisco

Comentários encerrados em 16/12/2016.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.