Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Mundo das letras 

Advogado e escritor Nelson Saldanha morre aos 82 anos 

O advogado e escritor Nelson Saldanha morreu na última sexta-feira (10/7) em sua casa, no Recife, por falência múltipla dos órgãos. Professor universitário e membro da Academia Pernambucana de Letras, Saldanha tinha 82 anos. Seu corpo será enterrado neste sábado (11/7) no Cemitério Santo Amaro, localizado na cidade em que nasceu e vivia até agora.

Autor de vários livros, Nelson Saldanha ocupava cadeira na Academia Pernambucana de Letras.
Eleonora Saldanha/Divulgação

Nascido em 1933, Nelson Saldanha também era licenciado em Filosofia pela Universidade Católica de Pernambuco e doutor em Direito pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). Foi professor do Departamento de Filosofia e dos cursos de mestrado em História, Filosofia, Sociologia e Direito da UFPE.

Publicou vários livros, entre eles Legalismo e Ciência do Direito (1977), Humanismo e História (1983), Formação da Teoria Constitucional (1983), Teoria do Direito e Crítica Histórica (1987), Historicismo e Culturalismo (1986), A Relva e o Calendário – poesia (1990) e O Declínio das Nações e Outros Ensaios (1990). O autor ocupava a cadeira número 12 da Academia Pernambucana de Letras. Com informações da Assessoria de Imprensa do Tribunal Regional Federal da 5ª Região.

Revista Consultor Jurídico, 11 de julho de 2015, 11h08

Comentários de leitores

1 comentário

Morreu um dos maiores pensadores brasileiros

A. Fontes (Juiz Federal de 2ª. Instância)

A morte de Nelson Saldanha enluta o País. Jurista, sociólogo, filósofo, professor e poeta era Nelson Saldanha um pensador com múltiplas habilidades intelectuais. Nelson Saldanha conhecia História da Ideias como nenhum outro. Tinha convicções muito fortes as instituições do Direito e os autores que as cultuavam. Alguns diziam que era o último representante da então chamada Escola do Recife, a despeito de não se encontrar afinado com a sua cronologia. Para mim, Nelson Saldanha não era somente um grande pensador, era uma personalidade admirável, um homem genial e um grande amigo.

Comentários encerrados em 19/07/2015.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.