Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Crista da onda

Juiz Mendes Pereira toma posse como desembargador do TJ-SP

O juiz Carlos Alberto de Campos Mendes Pereira tomou posse como desembargador do Tribunal de Justiça de São Paulo nesta quinta-feira (2/6). Ele já atuava como juiz convocado da corte desde 2012, na 7ª Câmara de Direito Privado.

Mendes Pereira atua como juiz convocado do TJ-SP desde 2012

Mendes Pereira vai ocupar a vaga decorrente da aposentadoria do desembargador Pedro Cauby Pires de Araújo. De acordo com o Anuário da Justiça São Paulo 2015, até setembro do ano passado, o magistrado teve 1.479 processos distribuídos no colegiado e julgou 1.635 — seu acervo era de 452 processos.

Natural de São José dos Campos (SP), Carlos Alberto de Campos Mendes Pereira é bacharel em Direito pela Faculdade de Direito de Osasco e começou sua carreira na magistratura em 1988. É professor de Processo Civil e Introdução ao Estudo do Direito na Unifeo. Fora do tribunal e da sala de aula, o novo desembargador também é surfista e compete no circuito profissional.

Em um de seus julgados, aponta o Anuário, demonstrou que só a amizade íntima é capaz de gerar a suspeição de uma testemunha do processo: “A amizade tem que ser tão profunda que, em seu nome, a testemunha poderia deixar de dizer a verdade”.

O novo desembargador recebeu as boas vindas do presidente do TJ-SP José Renato Nalini. “Somos amigos do seu saudoso pai, Descio Mendes Pereira, grande magistrado. É manifesto que Carlos Alberto soube desde criança o que é ser juiz, da vida de devotamento, já que cresceu muito vinculado à Justiça”.

O corregedor-geral de Justiça desembargador Hamilton Elliot Akel brincou com o hobby do novo colega de carreira. “Além de digno magistrado, é professor e campeão de surf. Aqui não surfou: mergulhou na onda gigante de processos que quase nos afoga e o fez com galhardia”, disse.

Revista Consultor Jurídico, 2 de julho de 2015, 21h59

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 10/07/2015.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.