Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Cargos e salários

Vice-presidente jurídico ganha até R$ 64 mil no Brasil, mostra estudo

O maior salário na iniciativa privada na carreira jurídica no Brasil é o de vice-presidente jurídico, com a máxima de R$ 64,3 mil, ampliado com um bônus anual de até 12 salários. É o que aponta a consultoria Salomon e Azzi, especialista em recrutamento de advogados.

O vice jurídico tem funções operacionais, como elaborar e verificar os principais contratos da empresa, cuidar da propriedade intelectual e monitorar e resolver litígios. Além disso, também tem papel estratégico, pois auxilia a diretoria em assuntos de regulações e ações iniciadas pelos clientes, fornecedores, empregados e acionistas.

Jovens
Segundo o estudo da Salomon e Azzi, publicado no portal Exame.com, o momento é bom para profissionais jovens. “O mercado vem atravessando um fenômeno de ‘juniorização’, principalmente pela busca de custo-benefício para posições de liderança”, diz o sócio da Salomon e Azzi, Fábio Salomon.

Ele aponta que a demanda por gerentes jurídicos para empresas foi grande no primeiro semestre. O cargo tem apresentado remunerações atraentes, variando de R$ 10 mil a R$ 27 mil, dependendo do porte da empresa, de acordo com pesquisa salarial feita pela consultoria.

De acordo com o levantamento, empresas com faturamento anual de até R$ 100 milhões são considerados de pequeno porte. A classificação de médio porte aplica-se aos escritórios e empresas com receita anual entre R$ 100 milhões e R$ 500 milhões. Acima deste valor, a classificação é de grande porte.

Veja a lista com  os salários médios:

Por cargos 

Advogado júniorSalário mínimoSalário médioSalário máximoBônus anual
Empresa de pequeno porte3.200,003.700,004.600,00Até 1 salário
Empresa de médio porte3.500,004.200,005.100,00Até 2 salários
Empresa de grande porte3.900,004.800,005.900,00Até 3 salários
     
Advogado plenoSalário mínimoSalário médioSalário máximoBônus anual
Empresa de pequeno porte4.500,005.200,006.000,00Até 1 salário
Empresa de médio porte5.000,006.100,007.000,00Até 2 salários
Empresa de grande porte6.200,007.500,008.500,00Até 4 salários
     
Gerente jurídicoSalário mínimoSalário médioSalário máximoBônus anual
Empresa de pequeno porte10.000,0012.300,0013.500,00Até 2 salários
Empresa de médio porte12.500,0014.700,0017.100,00Até 4 salários
Empresa de grande porte17.000,0021.500,0027.000,00Até 6 salários
     
Diretor jurídicoSalário mínimoSalário médioSalário máximoBônus anual
Empresa de médio porte23.500,0029.600,0036.000,00Até 5 salários
Empresa de grande porte32.000,0040.700,0052.800,00Até 8 salários
     
Head jurídicoSalário mínimoSalário médioSalário máximoBônus anual
startup15.000,0018.900,0022.400,00Até 3 salários
     
 VP jurídico Salário mínimoSalário médioSalário máximo  Bônus anual
Empresa41.800,0052.000,0064.300,00até 12 salários

Por escritórios

Escritório contecioso tributárioPequeno porteMédio porteGrande porte
Advogado júnior3.410 a 4.950 3.850a 6.160 4.180a 6.050
Advogado pleno4.620 a 6.1606.050 a 7.700 6.820 a 9.350 
Advogado sênior7.150 a 10.120 8.360 a 13.750 9.020 a 17.930 
    
    
Escritório imobiliárioPequeno porteMédio porteGrande porte
Advogado júnior3.520 a 5.170 4.180 a 6.050 4.180 a 6.270 
Advogado pleno4.840 a 6.380 6.050a 8.030 6.380 a 9.020 
Advogado sênior7.040 a 11.000 8.800 a 14.300 9.460 a 17.380 
Escritório especializado em mercado de capitaisPequeno porteMédio porteGrande porte
Advogado júnior3.850 a 5.500 4.400 a 6.600 4.400 a 6.600 
Advogado pleno5.500 a 7.700 6.160 a 8.8006.600 a 9.900 
Advogado sênior8.580 a 13.200 9.900 a 19.800 12.980 a 24.530 
    
Escritório especializado em regulatório/infraestruturaPequeno porteMédio porteGrande porte
Advogado júnior3.850 a 5.5003.850 a 5.720 3.850 a 6.050 
Advogado pleno6.050 a 8.250 6.160 a 9.350 7.480 a 11.000 
Advogado sênior7.920 a 13.200 9.350 a 17.600 10.450 a 19.800 
    
Escritório TrabalhistaPequeno porteMédio porteGrande porte
Advogado júnior3.190 a 3.740 3.740 a 4.620 3.740 a 6.050 
Advogado pleno4.180 a 5.500 5.720 a 7.700 6.930 a 8.580 
Advogado sênior7.150a 8.800 7.700 a 11.880 9.680 a 16.720 
    
Escritório contencioso cível especializadoPequeno porteMédio porteGrande porte
Advogado júnior3.410 a 4.950 3.850 a 5.500 3.850 a 6.050 
Advogado pleno4.620 a 7.480 5.720 a 9.350 7.920 a 10.450 
Advogado sênior7.590 a 10.450 8.800 a 13.200 10.010 a 17.050 

*Valores em R$
 Fonte: Salomon e Azzi

Revista Consultor Jurídico, 28 de julho de 2014, 18h51

Comentários de leitores

4 comentários

Mercado e periodicidade

João da Silva Sauro (Outros)

A comparação com agentes públicos nem sempre é oportuna. No mercado, ela tem uma ênfase monetária muito maior.
O exercício de 'função de estado' não necessita de remuneração elevada, mas sim prerrogativas que protejam a atuação funcional independente.

Quando aos salários que surpreendem, atento para o fato de que frequentemente são oriundos de acúmulos de verbas devidas em vários anos. Daí porque é necessário se apurar uma sequência de meses, e não cair na bravata sensacionalista de pegar o maior contracheque do mês e extrapolar que todos estão recebendo o mesmo, todo mês o ano todo.

vencimentos

Felipe J M Oliveira (Advogado Autônomo - Civil)

Sergio, concordo com sua tese.

Mas ressalto que o salário dos juízes, principalmente os dos TJs não fica longe dos 50 mil... segundo a folha de pagamento disponível no site do tjsp (lei da transparência) juízes de primeira instância tem recebido entre 35.000 e 65.000 líquidos... e na segunda instância os valores chegam aos 95.000, tudo entre subsídio, indenizações e etc..

Caixa fechada

Alberto Silva Júnior (Advogado Autônomo - Empresarial)

Sérgio Niemeyer, não diria o mesmo do Poder Judiciário. Este sempre foi uma caixa fechada. Quando se abriu, descobriu-se que seus contracheques são de assustar. Veja apenas uma das tantas matérias veiculadas: http://espaco-vital.jusbrasil.com.br/noticias/3172258/r-366-mil-o-contracheque-de-um-desembargador-do-trt-rs-em-maio./>Não dá para engolir que esses desembargadores recebem cerca de 10 vezes mais que os ministros do STF.
Um abraço, colega.

Ver todos comentários

Comentários encerrados em 05/08/2014.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.