Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Correção dos dados

Mutirão classifica mais de 150 mil processos em PE

Os juízes e servidores do Poder Judiciário de Pernambuco classificaram 151,5 mil processos, durante os 20 dias do Mutirão de Cadastramento de Classes e Assuntos realizado pela Corregedoria Geral da Justiça (CGJ-PE). Com a ação, o estoque de processos pendentes de classificação foi reduzido de 191,8 mil para 40,2 mil processos.

Esse número corresponde a 79% do total de processos que, no início do mutirão, estavam pendentes de classificação conforme as Tabelas Processuais Unificadas do Conselho Nacional de Justiça.

O Corregedor Geral da Justiça, desembargador Frederico Neves, destacou que a classificação de mais de 150 mil processos exigiu muito empenho dos juízes, dos servidores e das equipes da CGJ-PE e da secretaria de Tecnologia da Informação e Comunicação do Tribunal.

Segundo levantamento da corregedoria, das 331 unidades em que tramitavam feitos pendentes de classificação, 234 cadastraram mais de 90% das pendências, e — dentre estas, 91 varas alcançaram o índice de 100% de cadastramento.

“O importante é que a imensa maioria dos processos pendentes foi classificada e, com isso, estamos mais perto de corrigir as distorções dos dados estatísticos do Poder Judiciário de Pernambuco”, afirmou Frederico Neves. Para o cadastramento de classes e assuntos nos 40 mil processos ainda pendentes, a Corregedoria estabeleceu prazo até o próximo dia 9 de abril. Com informações da Assessoria de Imprensa do TJ-PE.

Veja abaixo o número de processos pendentes em cada entrância:

Entrância Pendentes em 20/3
Primeira2.058
Segunda10.269
Terceira11.173

 

Revista Consultor Jurídico, 27 de março de 2013, 14h53

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 04/04/2013.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.