Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Investimentos em foco

TST encomenda escultura de R$ 300 mil para entrada

O Tribunal Superior do Trabalho encomendou uma escultura para ser instalada em uma de suas portas principais. O custo total do projeto será de R$ 324,7 mil. A obra será executada pela Associação Cultural Ossos do Ofício, entidade brasiliense de artes. Segundo o TST, a estátua deverá simbolizar o conceito Trabalho, Justiça e Capital. O prazo para confecção e instalação da escultura é de 60 dias, a partir da assinatura do contrato, segundo reportagem publicada no site Contas Abertas

De acordo com o TST, a obra é de Anna Bella Geiger e tem as dimensões de 5,5 m de comprimento, 2,10 m de largura e 0,8 m de altura. A obra é feita em alumínio e possui acabamento artístico.

Além da nova decoração, o TST também adquiriu novos materiais de limpeza. No total, R$ 2 mil foram empenhados para reabastecer a área de serviço do tribunal. Os produtos encomendados incluem 130 panos de prato, 80 fibras de limpeza, 900 esponjas dupla face e 744 litros de detergente.

Outro órgão Judiciário que investiu em artigos utilitários foi o Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios (TJDFT). O total empenhado para a pequena coleção de ferramentas foi de pouco mais de R$ 300.

O Supremo Tribunal Federal, encomendou três camisas sociais brancas, de tecido egípcio (R$ 380 cada), três togas para uso diário dos ministros em plenário (R$ 550 cada) e três togas de gala, com cinturão e pingentes (R$ 1.110 cada). Os novos uniformes sairão por R$ 6,1 mil, ao todo. A empresa fornecedora, Moda Aurélio Dias, é a assinatura favorita do guarda-roupa do Poder Judiciário.

O STF também investiu em tecnologia. Providenciou a aquisição de seis monitores de LCD ou LED de 21 polegadas, ao custo total de R$ 2,7 mil. Além disso, a TV Justiça, emissora pública, receberá 13 receptores de sinal de televisão via satélite, que sairão por R$ 95,7 mil.

O Senado renovará os estoques do departamento médico. A Casa receberá um estoque de 1,4 mil pares de luvas de látex. O custo total da aquisição é de R$ 5,2 mil.

Por fim, o Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República investiu em gadgets. O órgão adquiriu um multímetro (aparelho usado para medir correntes elétricas), uma furadeira com britadeira portátil acoplada e um aspirador de pó e líquidos. Além disso, o gabinete encomendou um par de escadas. Foram empenhados R$ 1,4 mil pelos objetos. 

Revista Consultor Jurídico, 21 de outubro de 2012, 18h44

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 29/10/2012.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.